Minha visão sobre o documentário “1964 – Brasil entre armas e livros”

Acabei de assistir ao documentário, do Brasil Paralelo, intitulado “1964 – Brasil entre armas e livros”. O filme gerou polêmica. A Rede Cinemark, que realizou a pré-estreia, após rebuliço midiático, lançou um comunicado informando que “não se envolve em questões político-partidárias”, atribuindo a exibição a um “erro de procedimento em função do desconhecimento prévio do […]

Leia mais

Caça aos CEOs?

As tragédias recentes vêm pondo holofotes em uma questão delicada. Há uma verdadeira caça aos CEOs (ou Presidentes de organizações), como se eles fossem onipotentes e onipresentes – quase divindades. O caso da Vale em Brumadinho é o primeiro exemplo. O incêndio no CT do Flamengo, outro. Em ambos, é crucial avaliar a situação dos […]

Leia mais

Decisões Judiciais e o caminho para o totalitarismo

“Great cases, like hard cases, make bad law. For great cases are called great not by reason of their real importance in shaping the law of the future, but because of some accident of immediate overwhelming interest which appeals to the feelings and distorts the judgment. These immediate interests exercise a kind of hydraulic pressure […]

Leia mais

Preconceito, discriminação e Dever de Cuidado

O artigo 153 da Lei de Sociedades Anônimas dispõe que: “o administrador da companhia deve empregar, no exercício de suas funções, o cuidado e diligência que todo homem ativo e probo costuma empregar na administração dos seus próprios negócios”. Na dicção deste dispositivo legal, encontramos o Dever de Cuidado (Duty of Care, do direito americano). […]

Leia mais

Análise econômica do Direito e a Escola de Chicago

Com a eleição de Jair Bolsonaro, e, principalmente, com a indicação de Paulo Guedes para o futuro Ministério da Economia, os operadores do Direito – afeitos ao Law & Economics (L&E), ou, em português, Análise Econômica do Direito (AED) –, terão uma tarefa imediata. O pensamento clássico da Universidade de Chicago está nos holofotes. Diante […]

Leia mais

Ideias x Cusparadas: o Brasil paleolítico no século XXI

  As redes sociais estão demonstrando a absoluta e irrestrita falta de pensamento crítico na sociedade brasileira. Não me refiro aos iletrados, que amargam as consequências de um Estado inchado que foge de suas atribuições. O objeto dessa constatação são os novos “pensadores” e “debatedores” políticos e econômicos, além dos nossos patéticos formadores de opinião. […]

Leia mais

Breves palavras sobre Antonin Scalia

No último sábado, dia 13 de fevereiro de 2016, faleceu o Justice Antonin Scalia (Nino para a família e os colegas). Durante toda a sua vida acadêmica não tirou uma única nota abaixo de “A” – nota máxima no padrão educacional americano. Graduou-se em Direito pela Harvard Law School, magna cum laude. Chegou à Suprema […]

Leia mais

Liberdade vs. Libertinagem de expressão

Com o advento das redes sociais, blogs e demais instrumentos virtuais, as pessoas encontraram espaço para falar sobre qualquer coisa da forma que acham apropriada. Mas, esse recurso está gerando uma verdadeira profusão de absurdos, xingamentos e todo o tipo de baboseira que as mentes mais afoitas são capazes de produzir. Moldou-se, com isso, um […]

Leia mais

A raiz dos problemas: o carrossel brasileiro

O Brasil sempre foi uma colônia de exploração, altamente cartorária e repleta de “amigos do Rei”. Algo mudou? Sinceramente, acho que não. Continuamos com um fetiche doentio por carimbos, e, lamentavelmente, nossas elites vivem buscando gordas esmolas do Estado. Perdemos várias oportunidades de nos livrar dessa herança maldita. Mas, nosso patrimonialismo nefasto continuou a nos […]

Leia mais

Indicação de um Justice para a Suprema Corte

As últimas indicações dos ministros para o nosso Supremo Tribunal Federal geraram muito debate, e, para alguns, perplexidade. Dentre os mais diversos comentários, cheguei a encontrar pessoas defendendo uma prova escrita para o cargo. Os ânimos estão acirrados e o pensamento turvado. Ofereço, assim, alguns esclarecimentos sobre este mesmo procedimento nos EUA. Uso o referido […]

Leia mais

Decisões judiciais e a Saúde Privada

  “Não existe almoço grátis.” Milton Friedman   De acordo com o artigo 196 da Constituição Federal: “A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços […]

Leia mais

Perdemos as liberdades aos poucos

Ontem a Presidente Dilma Rousseff proferiu seu discurso de posse. Em dado momento, ouvi essa afirmação apavorante: “Vou propor ao Congresso Nacional alterar a Constituição Federal, para tratar a segurança pública como atividade comum de todos os entes federados, permitindo à União estabelecer diretrizes e normas gerais válidas para todo o território nacional, para induzir políticas […]

Leia mais

Oportunismo e demagogia

Vi o lamentável comentário oportunista do Deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA), no Facebook, com relação às medidas anunciadas no dia 29 de dezembro de 2014, que geram diversos cortes nos programas sociais. Com toda vênia, discordo e vejo nesse ato uma mímica horrenda do comportamento adotado pelo PT antes de chegar ao Planalto. Vejam o que […]

Leia mais

Litígios contra a Petrobras nos EUA

Além de toda a investigação do Departamento de Justiça (DOJ) e da CVM (SEC) americanos, tivemos notícia, recentemente, sobre a propositura de pelo menos seis Class Actions (correspondentes as nossas Ações Civis Públicas). No modelo americano – diferente do nacional, que prevê entes específicos para propor uma Ação Civil Pública – qualquer escritório de pode […]

Leia mais

Dever patriótico da oposição

O Senador Aécio Neves saiu dessas eleições com 51.041.155 de votos. Não é pouca coisa. Isto representa a indignação de uma grande parcela da população com as políticas do governo petista. Lembrem-se que a diferença para a vencedora foi de aproximadamente 3.000.000 de votos. Ou seja, teve uma vitória bem apertada. Todavia, não podemos esquecer […]

Leia mais

O Brasileiro que fala com sotaque

Mangabeira Unger foi o pior item que exportamos até hoje. Professor da Universidade de Harvard e filósofo, Mangabeira consegue produzir uma profusão de pseudo-argumentos, sem nexo nem lógica, valendo de sua cátedra como autoridade. Apesar de brasileiro, o ilustre professor fala PORTUGUÊS com SOTAQUE, parece um americano que apreendeu português. Nunca tive o menor apreço […]

Leia mais

A OAB e nossa crise institucional

O país vive uma das piores crises institucionais de nossa história. Há uma dúvida profunda da população com relação a democracia representativa. Em 2013 o povo foi às ruas em manifestações nesse sentido. Tivemos, em 2014, uma eleição sórdida, suja e baseada na calúnia e difamação. O Partido dos Trabalhadores continuou no poder – seu […]

Leia mais

O PT estimulou a secessão

Durante a campanha eleitoral, o Partido dos Trabalhadores fez de tudo para separar os brasileiros. Foi o famoso dividir para conquistar. Com isso, conseguiram colocar Nordeste contra Sul e Sudeste. Uma das estratégias mais sórdidas que já havia visto em toda a minha vida. Pois bem. Eles conseguiram, e, agora, com grande desfaçatez, a Presidente […]

Leia mais

Jogo sujo

O jogo está sendo executado com maestria. Por 12 anos o PT esteve no poder. Nesse período, a estratégia foi assistencialismo e nada de educação básica. Um povo que não tem escolas, e, além disso, recebe mesada estatal, torna-se escravo do Governo. Muitos estufam o peito para falar em distribuição de renda, é um complexo […]

Leia mais

Revisitando o “idiota da objetividade”

O fabuloso e genial Nelson Rodrigues cunhou essa expressão magnífica: idiota da objetividade. Todavia, ele não imaginava que o Brasil fosse se tornar o país desses idiotas. Gente mesquinha, medíocre, covarde e fraca. É essa turma que dá as cartas. Eles não escolhem as palavras de um texto, não têm opiniões, não se importam com […]

Leia mais

Conflitos de civilizações, pessoas, gêneros, nações…

Em 1993, o saudoso Professor Samuel P. Huntington publicou um dos artigos mais polêmicos da Revista Foreign Affairs. O título não poderia ser mais provocativo: “The Clash of Civilizations?” (tradução livre: “O Conflito de Civilizações?”). O artigo propunha uma nova leitura das relações internacionais – após o fim da Guerra Fria. Desde a introdução, Huntington […]

Leia mais

Preguiça de pensar

Tenho sérios problemas com as pessoas ditas instruídas que continuam defendendo o socialismo. Aproximadamente trinta economistas – laureados com o Prêmio Nobel – já provaram, por todas as formas possíveis, que esse sistema não funciona. Mas, a intelectualidade brasileira insiste na viabilidade dessa aberração. Essa gente, que vive anestesiada em uma eterna utopia, ataca o […]

Leia mais

Decadência do debate e da persuasão

Por muito tempo tenho notado uma questão intrigante no palco dos debates brasileiros. Temos demagogos aos montes, péssimos sofistas, retóricos sofríveis e lógico-racionais incapazes de passar sua mensagem. Cada um padece de suas próprias fragilidades. Os demagogos não encontram o mesmo eco do passado, pois a disseminação do conhecimento e a exposição midiática os deixou […]

Leia mais

O país do derrotismo

Nesta eleição presidencial, morna e insossa, vejo diversos derrotistas – na maior parte eleitores de Aécio Neves – declarando votos à Marina Silva. Trata-se de um fenômeno psicológico chamado de “aprovação social”. Trocando em miúdos, é um comportamento automático de seguir os demais. Se todos estão caminhando em uma direção, faz sentido agir da mesma […]

Leia mais

Está faltando o espetáculo eleitoral

Me dei a pachorra de assistir aos debates eleitorais de 1989, todos disponíveis no “YouTube”. A comparação com o quadro atual é triste. Essa história de todos comportadinhos, fingindo que estão na Suíça, revela um absoluto desprezo pela realidade do país. Infelizmente, o brasileiro gosta mesmo é de um Big Brother Brasil –com muita baixaria. […]

Leia mais

Dilma fugiu de William Waack

Sabendo que não teria condições de encarar a melhor artilharia política do jornalismo televisivo nacional, a candidata Dilma Rousseff fugiu da entrevista no Jornal da Globo (marcada para a madrugada do dia 03/09/2014). William Waack e Christiane Pelajo – certamente – teriam deixado a “candidata-presidente” em maus lençóis. Mas, para não deixar que a fuga […]

Leia mais