A verdadeira desigualdade social

A ONG britânica Oxfam faz lobby mundial pela causa da desigualdade social, gerando inúmeras notícias chamativas para o tema. Seu último relatório, divulgado na Suíça nesta segunda (18/02), causou manchetes quase apocalípticas como “Riqueza dos 62 maiores bilionários se iguala à de metade da população mundial”. Para um país com gritante desigualdade social como o […]

Leia mais

Esquerda: não deu certo… mas agora vai!

No famoso episódio d’Os Simpsons em que a família vem ao Brasil pela primeira vez (aquele que fez o Secretário do Turismo da cidade do Rio de Janeiro resolver ameaçar a Fox porque o desenho satirizava o Brasil naquele episódio, enquanto satiriza alegremente a própria sociedade americana em todos os outros), antes de toda a […]

Leia mais

Por que o PT deve acabar

Nos últimos dias, uma série de “deserções” das fileiras petistas tem acontecido, num momento em que ser petista é mais algo para se esconder como capricho atrasado e teimosia diante da realidade do que mostra de superioridade moral. Dizem que o PT traiu seus ideais originais. Alguns até negam que ele ainda seja de esquerda. […]

Leia mais

Desencantei-me com a esquerda! E agora?!

Palma, palma, não priemos cânico! O movimento (literalmente) que mais acontece no Brasil, sobretudo nos dois últimos anos, é de pessoas se movendo da esquerda para a direita. Mesmo com ojeriza dessa palavra: direita. Que dirá seus sub-conceitos mais específicos: liberal, conservador, libertário, reacionário. Todos palavrões no inconsciente coletivo, no imaginário social. A esquerda era […]

Leia mais

Qual a diferença entre 2013 e 2015?

(Não, a resposta não é 2.) A pergunta que mais me fazem a respeito do meu livro, “Por trás da máscara: do passe livre aos black blocs, as manifestações que tomaram as ruas do Brasil” , é sobre a diferença entre as manifestações de 2013 e as atuais, de 2015. Não sendo um livro apenas sobre […]

Leia mais

Uber x taxistas: uma terceira via

A esta altura é consabida a sublevação que o aplicativo de caronas pagas Uber causou no Brasil, com tentativas de proibição de seu uso por lei, greves de taxistas e mesmo motins e ataques físicos a carros que usem do sistema Uber. Em certo momento, provando que o Brasil não poderia estar melhor, atingimos níveis […]

Leia mais

Eduardo Cunha: futurologia do fisiologismo

Eduardo Cunha rompeu com o governo. Político que poucos sabiam quem era até o ano passado, foi alçado ao estrelato pela cadeia sucessória numa época em que ninguém mais tem muita confiança na continuidade da presidente no governo, exceto a presidente “ela própria” e os jornalistas da Carta Capital. Tal cadeia se deu pelos acordos […]

Leia mais

Símbolos dedicados à morte

A escritora Anne Applebaum, ganhadora do Prêmio Pulitzer em 2004 pelo obrigatório livro Gulag: Uma história dos campos de concentração soviéticos, conta que percebeu a importância de tal tema ao caminhar pela ponte Karluv Most, atração turística de uma Praga recém liberta do totalitarismo socialista, e ver hippies vendendo toda sorte de bugigangas, mas dentre […]

Leia mais

“Representando” o povo direito

A revista Galileu está preocupada com a Câmara dos Deputados. O órgão do governo que mais depende da vontade popular parece não estar “representando” a sociedade adequadamente. De acordo com a capa da revista deste mês, a Câmara não representa a população porque a Câmara possui 9,9% de mulheres, enquanto na sociedade brasileira são 51%. […]

Leia mais

Defendendo a menor minoria: a vítima de crime

“Os esquerdistas insistem muito sobre a doutrinação estatal dos jovens, e tendem a ver a violência como uma consequência necessária de pontos de vista não-esquerdistas.” – James Calb Se a concepção de justiça em voga no país hoje, como vimos, baseia-se numa justiça sempre “social”, que busca sempre encontrar desproporções de poder entre as pessoas, […]

Leia mais

Foucault e o elitismo dos coitadistas progressistas

Visões de mundo distintas costumam se distanciar a partir de concepções distintas de justiça. Uma tendência moderna é a crença de que toda a sociedade está errada – portanto, apenas uma reforma integral desta sociedade pode ser considerada verdadeira justiça. Nenhuma medida interna de tal sociedade será considerada justa, porquanto é preciso reformar a inteireza […]

Leia mais

Por que gostar do Estado e odiar políticos?

O Brasil sofre de muitos ismos. De todos os ismos de que já ouvimos falar, o único que nunca resolveu dar as caras de verdade por aqui é o mais criticado: o tal capitalismo, o palavrão mais tabu da língua. Tão criticado sem nunca ser precisamente definido, o capitalismo é o sistema em que a […]

Leia mais

O fascismo está voltando

“Todo mundo sabe que o termo fascista é hoje pejorativo; um adjetivo frequentemente utilizado para se descrever qualquer posição política da qual o orador não goste.  Não há ninguém no mundo atual propenso a bater no peito e dizer ‘Sou um fascista; considero o fascismo um grande sistema econômico e social.’ Porém, afirmo que, caso […]

Leia mais

De volta ao Estado total

Uma boa forma de averiguar a saúde de um país, plausivelmente, é analisar a chance de sair à rua e voltar com vida. Na verdade, esta questão fundamental, respondida em eixos díspares, é a base de visões políticas tão distintas. Uma buscando um ordenamento em que a não-agressão, o contrato voluntário e a força policial […]

Leia mais

Mitra-Varuna: O mito do rei e do juiz

Se a esquerda política parece desvencilhada de seu passado marxista, sua insistência em uma teoria que acredita em “classes sociais”, tão bem aceita que se confunde com uma verdade incontestável da análise social, continua sendo correligionária das velhas doutrinas do chamado “pensamento classista” e do materialismo histórico-dialético. A crença é a de que existem classes […]

Leia mais

A curiosa tirania do bem

Muito antes de se embrenhar no capiloso, inquieto e confuso vocabulário político (esquerda, direita, conservador, progressista, comunista, capitalista, fora os 9523498234872 sentidos correntes, contraditórios e multifacetados de palavras como “liberal” ou “democracia”), urge ao leitor buscar alguns pressupostos anteriores a estes termos – usados no jornalismo e mesmo na Academia, quase em 99% das vezes, […]

Leia mais

As panelas e a elite branca de olhos azuis

“Protestar, mas que bacana! Eu quero ver fazer isso em Havana!” – Grito de liberais contra defensores da ditadura dos Castro, durante passagem de Yoani Sánchez pelo Brasil Foi a quarta vez que o Brasil fez um “panelaço” contra um pronunciamento televisivo da presidente Dilma Rousseff ou, no caso de agora, o programa eleitoral obrigatório […]

Leia mais

Fachin e o culto a Moloch

O Deus do Antigo Testamento é um Deus conhecido por sua cólera – mesmo o Deus bondoso apresentado no cristianismo ainda mantém resquícios do que é ser “temente” a Deus. É um Deus que gera fome entre os súditos de impérios inimigos (Gen 41:25-54), faz chover enxofre e fogo sobre Sodoma e Gomorra (Gen 19:3), […]

Leia mais

Karl Marx e a libertação do homem

“Como definimos um comunista? Alguém que lê Marx e Lenin. E como definimos um anti-comunista? É aquele que entende Marx e Lenin”. – Ronald Reagan   Desde pelo menos Hesíodo, na época mais arcaica da Grécia antiga, que o homem tem algum conhecimento da economia e sua ligação com o tempo, através de seu belíssimo […]

Leia mais

Populismo: Le peuple c’est moi

“Nada atrai mais intelectuais do que o sentimento de que eles representam ‘o povo’. Nada, via de regra, é mais distante da verdade.” – Paul Johnson O povo está indo às ruas. Qual povo?, perguntaria um membro do palpitariado político de prontidão em blogs e jornais tão em voga no Brasil. Ora, uma pessoa, um […]

Leia mais

Uma reforma política que podemos aceitar

 O povo foi às ruas no dia 15 de março, o povo voltou às ruas agora no dia 12 de abril. “O governo”, este eufemismo de forma abstraída de conteúdo inventado para não se dizer “Dilma Rousseff e o PT”, respondeu propondo uma “reforma política” para conter os ânimos. Em junho de 2013, muita gente […]

Leia mais

Bibliofobia: a Medusa e a direita nas ruas

A mitologia grega, junto à Bíblia, fornece o âmago do simbolismo que subjaz até mesmo na ciência moderna para o homem ocidental. Suas referências permanecem sempre atualizadas pelo religare do mito: a união do tempo secular, dos séculos encadeados, a um eterno presente ao qual podemos retornar, bebendo sempre na fonte primeva do mundo através […]

Leia mais

A farsa das “classes sociais”

  Há uma diferença gritante entre o discurso da militância pró-PT e dos partidos ditos “sociais” e o logos dos liberais, dos conservadores e daqueles com uma visão individualista do destino do homem através de suas escolhas. Os primeiros, quando no poder e se tornando situação, gritam: “Chora, coxinha!”, “aceitem as urnas”, “agora vou rir […]

Leia mais

As ruas e o PT (e os petistas)

Há dúvidas no momento se este domingo, 15 de março, marcou a maior manifestação popular no Brasil em toda a sua História. Não pelo tamanho em si – foi a primeira vez em que, só em São Paulo, a Av. Paulista foi tomada de cabo a rabo, fora Consolação, Rebouças e cercanias, enquanto o Rio […]

Leia mais

“É culpa do FHC!” – Como era o mundo quando FHC era presidente

Dilma Rousseff, até o momento ainda presidente, voltou a culpar o governo do tucano Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) pelas más notícias envolvendo a sua própria gestão. Primeiro, Dilma falou que se a presidência anterior tivesse investigado a Petrobras naquela época, não haveria, hoje, um funcionário que passou 20 anos roubando. Depois, Dilma tentou amenizar a […]

Leia mais

O Brasil sofre de homonímia

O ex-presidente Lula afirmou que o esquema de corrupção na Petrobras, responsável pelo desvio de pelo menos R$ 88,6 BILHÕES, foi uma “caca”. Caca ou não, as análises políticas estão recheadas de equívocos. No sentido etimológico do termo, ou seja, aequi + vox, chamar pelo mesmo nome dois fenômenos distintos, causando ambiguidade ao se usar […]

Leia mais

Visão liberal-conservadora sobre o nazismo

O nazismo, nome abreviado do nacional-socialismo (Nationalsozialismus) entrou para a História como o mal-em-si. Revistas de variedades publicam quase trimestralmente artigos de especialistas se perguntando “como foi possível que Adolf Hitler existisse”. O vocabulário popular, e sobretudo sua manipulação por formadores de opinião, força ofensas, associando todos os inimigos de sua opinião ao nazismo (sobretudo […]

Leia mais

Precisamos falar sobre o impeachment

Há um muxoxo recente sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff, devido sobretudo aos desmandos na Petrobras, no que já é chamado de “petrolão”. Será que é algo sério, ou apenas modismo que esqueceremos em alguns dias? Procurando no Google Trends pelas pesquisas recentes feitas no Brasil através do Google pela palavra “impeachment”, deparamo-nos com […]

Leia mais