A verdadeira cabeça do brasileiro

ALEXANDRE BORGES * Pesquisa do Datafolha, publicada na Folha de hoje, mostra que 95% dos paulistanos são contra os Black Blocs, ou seja, são contra a baderna, o vandalismo e o quebra-quebra. Noventa e cinco por cento. Há 15 dias, o jornal publicou uma pesquisa dizendo que metade da população brasileira é “de direita” e […]

Leia mais

Um viva aos reis incompetentes

ALEXANDRE BORGES * Você e eu devemos parte da democracia ocidental a um sem-terra. Mais especificamente, a um João Sem-Terra que por seus defeitos e por fazer quase tudo errado ajudou a mudar para sempre a maneira de governar no ocidente. João Sem-Terra tinha uma família conturbada. Seu pai, Henrique II, era um mulherengo incontrolável […]

Leia mais

Ted Cruz ou Renan Calheiros?

ALEXANDRE BORGES * A imprensa brasileira, sempre obediente, continua repetindo o que manda a esquerda americana: o congresso atrapalha o aiatolá. Ah se ele pudesse gastar como quisesse, não? Os ianques têm muito o que aprender com o Brasil!
 Nos EUA, como não tem Renan Calheiros, José Sarney e similares, o governo tem realmente que negociar […]

Leia mais

A hora e a vez da ruptura sistêmica

ALEXANDRE BORGES * Como é impossível entender o que se passa no país dos Black Blocs através dos filtros da grande imprensa, é importante recorrer a fontes primárias como esse vídeo divulgado em 13 de junho pelo “Juntos”, o braço do PSOL que vai para as manifestações vestido de amarelo. É muito importante que a opinião pública […]

Leia mais

Meu manifesto ambientalista: vamos proteger o peixe-bolha

ALEXANDRE BORGES * A ONG ambientalista “Conservação Internacional” lançou hoje no Brasil uma campanha publicitária com espécies em risco de extinção: a arara azul, o tamanduá bandeira e o urso panda. O tema central do três anúncios, que indiretamente criticaria o capitalismo, acaba sendo uma lembrança dos seus méritos insuperáveis. Os anúncios trazem ilustrações com […]

Leia mais

Para vencer a esquerda é preciso envelhecer

ALEXANDRE BORGES * Em 27 de julho de 2004, alguns dos grandes estrategistas da esquerda americana foram mobilizados para plantar uma semente: a eleição do primeiro presidente negro dos EUA. O palco era a convenção nacional do Partido Democrata em Boston e a cena política americana nunca mais foi a mesma depois desse dia. O […]

Leia mais

Pare de reclamar e vá trabalhar, o povo é de direita

ALEXANDRE BORGES * Esquerdismo, desde a revolução francesa, é obra de radicais da classe média. Alguns são artistas e intelectuais que sonham com um regime de força tutelado por eles, outros são sindicalistas corruptos que assediam empresários para fazer dinheiro fácil, outros que buscam a proteção de empregos estáveis na burocracia estatal, além dos milionários […]

Leia mais

A segunda morte de Aaron Alexis está a caminho

ALEXANDRE BORGES * O interesse da velha imprensa pelo caso do atirador Aaron Alexis, um ex-militar que matou 12 pessoas numa base naval em Washington nesta segunda-feira, tem despencado em queda livre nas últimas horas. O caso é exemplar como prova de que qualquer notícia que não reforce a narrativa dos jornalistas é descartada e […]

Leia mais

A justiça e o meio da rua

ALEXANDRE BORGES * O petismo jogou a isca e, pra variar, muitos lambaris morderam. Está ganhando força entre os arautos do regime e alguns bobos da corte a tese embusteira de que Celso de Mello teria que optar entre a “voz das ruas” e uma decisão técnica e longe de pressões. Só que a única […]

Leia mais

A posição conservadora sobre a Síria

ALEXANDRE BORGES * A imprensa brasileira, no geral, não tem a menor ideia do que é o pensamento conservador americano, que representa pelo menos metade do eleitorado do país, e nem quer ter. Como normalmente nossos correspondentes e analistas só leem jornais radicalmente apoiadores do Partido Democrata como o New York Times e o Washington […]

Leia mais

Um miolo-mole de esquerda veste a capa do super-herói da direita. Mais uma prova de que Hollyweird enlouqueceu.

ALEXANDRE BORGES * A notícia da escolha de Ben Affleck como o próximo Batman repercutiu nas redes sociais como bebê foca apanhando com barra de ferro, fazendo a escolha de Ashton Kutcher como Steve Jobs parecer até correta. A reação negativa a mais essa derrapada de Hollyweird, a atual Hollywood, faz todo sentido. Ben Affleck, […]

Leia mais

Os inimigos de Marco Feliciano também não me representam

ALEXANDRE BORGES * Mesmo sendo o deputado evangélico mais votado do país, com 210 mil votos na última eleição (Jean Wyllys, por exemplo, recebeu 13 mil votos, 16 vezes menos), Marco Feliciano era um relativo desconhecido do noticiário até ser nomeado em março presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara. O gráfico do Google […]

Leia mais

O público fala, é Hollywood que não quer ouvir

Um bando de caipiras com barbas estilo ZZ Top, perdidos no meio da Luisiana, está fazendo história na televisão e, antes que você continue a ler, preciso avisar: a vida dos Robertsons é um vício difícil de largar. Os Robertsons são o tema central do reality show “Duck Dynasty” da A&E. O nome do show […]

Leia mais

Mais uma jabuticaba brasileira: o sociólogo de entrevista

ALEXANDRE BORGES * Quando perguntada sobre o que dá motivação para escrever tantos livros, dar tantas palestras e produzir tantos artigos, Ann Coulter respondeu ironicamente: “Ler o New York Times de manhã”. Eu entendo perfeitamente a sensação. Minha cota de irritação matinal normalmente vem do Bom Dia Brasil da Rede Globo e hoje não foi […]

Leia mais

O desconhecido mais influente do mundo

ALEXANDRE BORGES * Imagine uma única pessoa influenciar uma geração inteira de intelectuais e políticos americanos, liderar o principal grupo terrorista da história do país na juventude e lançar a carreira do atual presidente da sua sala de estar. Como se não bastasse, adicione ao currículo ajudar a articular os movimentos “Occupy” e hoje ser […]

Leia mais

Crise de representatividade

ALEXANDRE BORGES * Como acontece com tudo que o petismo encosta, a discussão da reforma política teve morte cerebral anunciada e é mantida viva apenas por aparelhos. Seu falecimento pode enterrar, infelizmente, uma discussão urgente para o país: o sistema eleitoral, um dos maiores responsáveis pela tal “crise de representatividade” que tanto se falou no […]

Leia mais

Zimmerman matou Martin, que matou o jornalismo

ALEXANDRE BORGES * O choro do âncora da CNN Don Lemon ao comentar o discurso de Barack Obama sobre Treyvon Martin, ou o inacreditável Chris Matthews da MSNBC, pedindo desculpas “em nome da raça branca” pelo veredito que inocentou o hispânico George Zimmerman, foram os últimos e mais constrangedores capítulos da morte da presunção de […]

Leia mais