O apequenamento do Brasil na questão venezuelana

No sábado (18), cenas lamentáveis foram registradas através das emissoras de televisão brasileiras ou das redes sociais. A cidade de Pacaraima foi palco de uma reação desesperada de moradores, incendiando tendas e expulsando imigrantes venezuelanos que se abrigavam nos arredores. Não obstante nossa natural hostilidade a quaisquer atos de violência, a questão é extremamente delicada […]

Leia mais

Como conversar com Marcia Tiburi?

Apesar de sua natureza demagógica e perigosa, o presidenciável pedetista Ciro Gomes não se equivocou ao, diante do candidato do Patriota, Cabo Daciolo, no primeiro debate para o posto máximo da República, admitir os aspectos desagradáveis da democracia. Por mais que estejamos no número dos que a advogam, desde que entendida como a República aristotélica, […]

Leia mais

“Nadando contra a corrente”: um dossiê da praga do politicamente correto

O professor de Direito Administrativo Bernardo Guimarães Ribeiro, o corajoso autor de Nadando contra a corrente: Como a dificuldade em formar as próprias ideias abre espaço para ideologias irracionais,  recente lançamento da Editora Armada, diz não considerar sua obra propriamente um livro. Ao contrário, para ele, seu trabalho é “um compêndio de assuntos” que foram […]

Leia mais

Lula não é candidato, é presidiário!

Depois de algumas sabatinas e painéis, finalmente aconteceu, na Rede Bandeirantes, o primeiro debate entre os candidatos à presidência da República nas decisivas eleições de 2018. Como produto televisivo, o debate não foi dos mais estimulantes. Com exceção das impagáveis manifestações cômicas do Cabo Daciolo, candidato do Patriota, que parece ter se preparado lendo publicações […]

Leia mais

O “Estado Mundial” de Morgenthau e o “Globalismo”

Quando do debate realizado entre o diplomata Paulo Roberto de Almeida e o pensador Olavo de Carvalho acerca do conceito de “Globalismo”, o primeiro deu voz a toda uma gama de argumentações superficiais cuja única consistência é dizer que as referências ao assunto são pura “teoria da conspiração”. Almeida sentenciou que o tema é uma […]

Leia mais

Não se enganem: contribuição a sindicato tem que ser vontade individual

Depois de publicado o texto demandando que o presidenciável Geraldo Alckmin revele se vendeu o “financiamento sindical” ao “Centrão” e, especificamente, ao Solidariedade de Paulinho da Força, apareceram diferentes reações de desagrado. Houve quem dissesse, em primeiro lugar, que mesmo sendo verdade, preferiria votar em Alckmin para evitar Bolsonaro, o PT ou qualquer alternativa que […]

Leia mais

“Liberalismo e sindicato no Brasil”: uma história do autoritarismo brasileiro

Em sua obra Liberalismo e sindicato no Brasil, adaptada de tese de doutoramento apresentada em 1976, o cientista político Luiz Werneck Vianna (1938) procurou traçar um histórico das bases sociais que conformaram as relações entre o capital e o trabalho, o Estado e as associações sindicais, no Brasil republicano. Ressalvadas as discordâncias de abordagem ou […]

Leia mais

Fora, Crivella!

Às vezes o recado precisa ser claro e peremptório, porque a única porta de saída para a honradez pública que resta é o espinafrar definitivo. Existem princípios que não podem ser ultrapassados e situações que não podem ser criadas, sob pena de restar só a alternativa do famoso “a porta da rua é serventia da […]

Leia mais

“América Latina: dependência e integração” – O Marxismo de Ruy Marini

Se há esquerdistas que escrevem bem, quase nunca os marxistas mais ortodoxos se inserem nessa categoria. Não parece diferente o caso de Ruy Mauro Marini (1932-1997), cientista social brasileiro que fugiu do regime militar nos anos 60 e também da ditadura chilena depois do golpe de 1973. O árido economicismo e o dogmatismo ideológico redundante […]

Leia mais

O estranho caso do “credo liberal”

Desde que publiquei meu artigo a respeito da questão do “Estado católico”, reações de toda sorte ocorreram e continuam a ocorrer, tanto em círculos liberais e conservadores quanto nos círculos tradicionalistas antiliberais que eram alvo da crítica. Muitas dessas reações fugiram ao mínimo da compostura, outras investiram na sordidez das mais puras mentiras, e algumas, felizmente, […]

Leia mais

“Coronelismo, enxada e voto”: uma reflexão sobre a força do município no Brasil

O debate sobre a descentralização de poder é muito relevante, mas raramente é feito levando-se em consideração os dilemas e especificidades da formação social brasileira. Nesse sentido, tem muito a contribuir esta obra clássica da ciência política nacional, Coronelismo, enxada e voto – O município e o regime representativo no Brasil, de Victor Nunes Leal […]

Leia mais

José Guilherme Merquior contra Michel Foucault e o “Niilismo de Cátedra”

Em geral estamos menos acostumados a tecer críticas elaboradas sobre os autores mais influentes da esquerda, com o fim de desmontá-los diretamente na fonte, do que a apenas recorrer a desqualificações morais – na maioria das vezes corretas e adequadas, mas que, isoladas, são insuficientes para demonstrar a seriedade de nossos propósitos críticos. O grande […]

Leia mais

A escolha colombiana e o monopólio da humanidade

Neste domingo (17), dia de estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da Rússia, os colombianos escolhiam seu presidente enquanto boa parte do planeta estava de olho na bola rolando. O advogado e ex-senador Iván Duque Márquez, do Centro Democrático, sagrou-se vencedor, com cerca de 54% dos votos, contra 42% de seu rival no […]

Leia mais

Marco Antônio Villa e a distorção “nacionalisteira” do patriotismo

O historiador Marco Antônio Villa tem feito um desserviço ao debate público e aos ouvintes da Jovem Pan, com seu tratamento profundamente mal-educado dos pré-candidatos à presidência. Pressionar e suscitar perguntas incômodas e desafiadoras não precisa significar agir como uma fera desgovernada a distribuir coices gratuitos. A favor de Villa, pode-se dizer que ele tem agido […]

Leia mais

A intenção pornográfica do DEM de apoiar Ciro Gomes

Em abril de 2015, comentávamos neste espaço sobre uma tentativa bizarra do DEM de se fundir com o PTB. Na época, o prefeito de Salvador, ACM Neto, um dos nomes mais conhecidos do partido, estava costurando essa bizarria, desafiada por dois membros do DEM que fugiam a essa lenga-lenga, Ronaldo Caiado e Onyx Lorenzoni. Na época, comentamos: […]

Leia mais

STF e voto impresso: o que podemos fazer?

Nossos sentimentos e desconfianças, a vontade objetivamente expressa pela sociedade, através do Poder Legislativo, de ter um sistema auditável, de instalar a impressão nas urnas, estabelecida e acordada há nada menos que três anos e em linha com muitos dos países mais desenvolvidos do mundo – tudo isso foi simplesmente desprezado pelo Supremo Tribunal Federal. […]

Leia mais

Uma análise sobre a crítica de Pérsio Arida a Bolsonaro e Paulo Guedes

Coordenador de campanha de Geraldo Alckmin, do PSDB, e conselheiro acadêmico do movimento suprapartidário Livres, o renomado economista Pérsio Arida fez no último dia 30 declarações fortes contra o deputado e presidenciável Jair Bolsonaro em entrevista ao Infomoney. Ele também criticou alguns posicionamentos do amigo e economista Paulo Guedes, apontado pelo próprio pré-candidato do PSL […]

Leia mais

O ameaçador “junho de fogo” no STF

Não é o Apocalipse, mas o mês que começa pode ser o “junho de fogo” do Supremo Tribunal Federal. A presidente do órgão máxima do Judiciário, Cármen Lúcia, tomou a inquietante decisão de agendar para o período algumas votações intrigantes e de graves consequências para o país. Considerando o atrevimento constante e incendiário dos nossos […]

Leia mais

Ordem, definições e voto impresso, pelo bem do Brasil

A dificuldade de suscitar um debate saudável sobre o que se passa na pátria quando tudo parece disperso, desordenado, predisposto a ensaiar um cenário de anomia, e todos estão trocando farpas uns com os outros, tem sido notória. No esforço de encontrar alguma ordem nesse caldo é que tentamos organizar nossas próprias ideias e percepções, […]

Leia mais

Abaixo o menosprezo ao 13 de maio: comemoremos sim!

O domingo (13) marcou a celebração dos 130 anos da sanção da Lei Áurea, o golpe final na escravatura. A sanção da Princesa Isabel, celebrada por todos os abolicionistas, aprovada sob o gabinete ministerial do saquarema João Alfredo, como resultado do esforço de uma geração “suprapartidária” de saquaremas e luzias, conservadores e liberais, é um […]

Leia mais

Agência Lupa, Facebook e a armadilha mortal da novilíngua

A notícia que impactou os produtores de conteúdo liberal e conservador na ambiência virtual na última quinta-feira (10) foi a de que o Facebook estabeleceu uma parceria com duas agências verificadoras de notícias no Brasil, prontas a checar diariamente o conteúdo noticioso publicado na rede social. Os perigos de distorções e seletividade nas investidas da […]

Leia mais