Treze razões para perseguir o PT

O pessoal mais à esquerda diz que o Partido dos Trabalhadores está sendo perseguido. Sim. Está sim. Abaixo, enumero treze razões pelas quais a maioria dos protestos, das ações policiais e dos processos judiciais terem como alvo o PT e seus líderes. 1° – É o PT, não outro partido, que ocupa a presidência da […]

fora PT

O pessoal mais à esquerda diz que o Partido dos Trabalhadores está sendo perseguido. Sim. Está sim. Abaixo, enumero treze razões pelas quais a maioria dos protestos, das ações policiais e dos processos judiciais terem como alvo o PT e seus líderes.

1° – É o PT, não outro partido, que ocupa a presidência da república há 13 anos;

2° – Foram Lula e Dilma que assinaram a desastrosa política econômica que resultou no maior período de recessão da história brasileira;

3° – Todas as alianças partidárias que mantiveram a base de apoio ao governo partiram do PT;

4° – O monstruoso aparelhamento do estado é resultado dessas alianças, o que faz do PT corresponsável por cada pessoa nomeada por outros partidos para ocupar cargos em empresas e instituições públicas.

5° – Os maiores fundos de pensão de empresas estatais são administrados por pessoas indicadas pelo PT e em função de interesses políticos e ideológicos, tornando o partido diretamente responsável pelo rombo de dezenas de bilhões de reais.

6° – Os principais casos de corrupção que estão sendo desvendados pela polícia têm como beneficiário final o PT, principalmente Lula e Dilma, cujas campanhas eleitorais foram bancadas com dinheiro de corrupção.

7° – Apenas a presidência da república tem poder para fazer do BNDES, da Caixa Econômica e do Banco do Brasil ferramentas políticas, utilizando esses bancos para favorecer empresas e militância alinhadas ao PT.

8° – Foi o PT, não outro partido, que fez da Petrobrás uma ferramenta política de intervenção econômica, representado preços e privilegiando empresas em função do projeto nacionalista que causou atual crise econômica.

9° – Projetos como os da Usina de Belo Monte, da Transposição do Rio São Francisco e de refinarias, entre outros, todos ainda em construção e que já consumiram o dobro ou o triplo do orçamento original, foram idealizadas, anunciadas, financiadas e festejadas por Lula e Dilma.

10° – Foi o PT, não outro partido, que empenhou grandes esforços políticos e financeiros para a realização da Copa do Mundo, facilitando todo tipo de esquema obscuro para a construção dos estádios, cuja metade, hoje, se encontra sem uso.

11° – Foram Lula e Dilma os responsáveis por todos os acordos do Brasil com regimes autoritários e que resultaram em grandes prejuízos à sociedade brasileira.

12° – É o PT, não outro partido, que se vangloria de ter acabado com a pobreza e de ter melhorado a educação, a saúde e a segurança dos brasileiros, sendo que a realidade ao nosso redor é completamente diferente.

13° – Lula tornou-se alvo de operações da Polícia Federal e do Ministério Público porque delatores citam seu nome; porque grande parte das pessoas investigadas, indiciadas e presas eram diretamente ligadas a ele; porque diversas movimentações financeiras das empresas incriminadas passam pelas empresas de fachada de seus filhos; porque o apartamento em Guarujá e o sítio em Atibaia indicam que tais imóveis eram utilizados por ele mesmo, não por mim, nem por você leitor, nem pelo Aécio Neves, nem pelo Fernando Henrique Cardoso, nem por Jair Bolsonaro, nem pelo Donald Trump; e que as obras nesses imóveis foram realizadas pelas mesmas construtoras acusadas de terem sido beneficiadas em contratos com o governo.

Com toda a certeza, o crescente movimento de direita brasileiro adoraria jogar o PSDB e o Aécio Neves no mesmo saco onde estão os petistas, porém, para cada tucano citado por um delator, existem dezenas de citações, indícios e provas contra petistas. Os casos de corrupção envolvendo o PSDB restringem-se as esferas estaduais, que não tem poder de desmantelar a economia do país como os casos organizados pelo PT na esfera federal.

Devemos considerar também que o próprio PT, através de seus líderes e militantes, até pouco tempo atrás vangloriava-se de que “nunca antes na história do Brasil” a corrupção havia sido tão combatida. Esse discurso foi deixado de lado na medida em que as operações da Polícia Federal se aproximavam de Lula e indicavam que a campanha de Dilma à reeleição foi bancada com dinheiro sujo. Agora, os petistas assumidos ou não, dizem que há uma grande conspiração das “elites econômicas” contra o partido. Não há. Até porque, os maiores bancos e as maiores empresas do país apoiam o atual governo. A realidade é que “nunca antes na história do Brasil” um partido organizou e se beneficiou de uma rede de corrupção tão grande em valores, em tamanho e com consequências tão prejudiciais à sociedade.

Portanto, o Partido dos Trabalhadores, Lula e Dilma devem, sim, ser o foco de nossa luta.

Na incapacidade de se combater todos os inimigos (PSDB, PSOL, PMDB, PCdoB, PP, DEM etc) numa única luta, precisamos enfrentar um inimigo por vez e a partir de suas responsabilidades. Por ter a seu serviço um exército de militantes e uma gigantesca máquina de propaganda financiada com dinheiro público, o Partido dos Trabalhadores é o inimigo que mais nos ameaça. É o inimigo que devemos hoje, agora, destruir.

Quando outro inimigo assumir o governo, iniciaremos outra luta.

  • Matheus

    O pensamento de fazer a usina de Belo Monte é da década de 1970 e a transposição vem da época do IMPÉRIO então esse negócio de que foram idealizadas só invalidam o texto, se prezam tanto assim por honestidade sejam honestos também, ao contrário só se serão mais alguns que tem anti petismo e não oposição decente.

    • joão césar de melo

      Obrigado por nos lembrar que o PT resgatou uma ideia do regime militar e outra do período imperial para compor seu plano “desenvolvimentista”.