fbpx

Ana e o risco Haddad

ARTHUR CHAGAS DINIZ *

Obcecado pelo desejo de perpetuidade, o ex-presidente Lulla obteve, na última eleição presidencial, uma vitória notável com a eleição de sua candidata, a criatura Dilma Rousseff. Lulla quer mais, muito mais. Ele quer eleger petistas em todas as grandes capitais brasileiras. E, para isto, não mede o tamanho das cobranças.

Sua última “invenção”, o candidato à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, patina nas pesquisas e Lulla acabou de engajar Dilma Rousseff em sua campanha para dar suporte a Haddad.

A substituição de Ana, irmã de Chico Buarque, do Ministério da Cultura pela senadora Marta Suplicy revela um peão neste xadrez político. A “Presidenta” não demitiu a Ministra da Cultura por insuficiência de desempenho ou, mesmo, por cobrança de verbas para a Cultura. A namoradeira do Brasil entra no Ministério para fazer campanha pelo “companheiro” Haddad.

Ela, forçada a retirar sua postulação à prefeitura são-paulina por imposição de Lulla, já que era preferência maciça dentro do PT, amuou-se e, como represália, não participaria da campanha de Haddad. O risco do candidato de Lulla não entrar sequer no segundo turno seria excessivamente humilhante para o ex-metalúrgico. A saída de Ana de Hollanda não tem nada a ver com sua competência ou, se preferirem, incompetência. É, apenas, um gesto de vaidade de quem se julga um ungido de Deus.

Se Haddad não ganhar na capital de São Paulo, o prestígio de Lulla irá ladeira abaixo. Ainda mais que o Mensalão é um julgamento que equivale a uma avaliação da moralidade pública de seu(s) governo(s).

 * PRESIDENTE DO INSTITUTO LIBERAL

.

N.E.: Saiba mais:

Em troca de um ministério, Marta topa acordar no palanque de qualquer parceiroVeja / Augusto Nunes, 11/09/2012
Indicação de Marta para a Cultura repercute no Twitter  Estadão.com.br / Política, 11/09/2012

 

Fonte das imagens: Wikipédia

 

Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.