Punição a dirigentes

ARTHUR CHAGAS DINIZ *

Caricatura do Sr. John Delacour (1841-??), Membro do Marlborough Club

A possível punição de dirigentes esportivos que tenham contraído dívidas temerárias na condução de federações e confederações é um passo importante para a moralização esportiva no Brasil. Até a recente aprovação da nova legislação, dirigentes esportivos não corriam qualquer risco patrimonial derivado de atividade de chefia de federações e confederações.

O caso da CBF é mais do que emblemático. Presidida durante anos por João Havelange, hábil manipulador de dirigentes de federações locais, passou Havelange o comando a seu então genro, Ricardo Teixeira, que se enriqueceu e mudou-se para Miami para, aparentemente, “curtir a vida”.

Embora os dirigentes quase nunca sejam remunerados, seus patrimônios pessoais (ou familiares) se revelam, posteriormente, incompatíveis com as receitas declaradas. A punição a esses dirigentes certamente estimulará a entrada de gestores profissionais no setor.

* VICE-PRESIDENTE DO INSTITUTO LIBERAL
Leia no Estadão: Senado aprova punição a cartolas que deixam dívidas. Estadão / Esportes

 

FONTE DA IMAGEM:  WIKIPÉDIA
Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.