Procuram-se: trabalhadores qualificados

NCPA *

Há uma escassez de trabalhadores qualificados, nos EUA, capazes de executar funções em fábricas cada vez mais sofisticadas e competitivas no cenário mundial. É o que afirma em artigo Joel Kotkin, Distinguished Presidential Fellow da Chapman University, no Condado de Orange, Califórnia.

Administrar a escassez de trabalhadores qualificados é um fato notável que está ressurgindo na indústria americana.

  • Desde 2009, o número de vagas de emprego na indústria transformadora tem aumentado, com salário médio anual de 73.000 dólares, bem acima do salário médio na educação, serviços de saúde e muitos outros campos, de acordo com dados do Departamento de Estatísticas do Trabalho, dos EUA.
  • A produção está em alta há mais de 20 meses, graças a melhorias de produtividade, crescimento dos mercados de exportação (especialmente China e Brasil) e ao dólar mais baixo, o que torna os produtos americanos mais baratos para os clientes estrangeiros.
  • Além disso, como os salários têm aumentado nos países em desenvolvimento, especialmente na China, a produção de bens de exportação para os Estados Unidos tornou-se menos rentável, criando uma abertura para as empresas americanas.
Leia também:  Nem nudes e nem conspiração: o que sabemos até agora sobre o “zap zap” de Moro e Dallagnol

O reaquecimento industrial vem com um preço: a crescente demanda por trabalhadores qualificados.

  • Mesmo quando o emprego na indústria como um todo caiu, o emprego de profissionais altamente qualificados na indústria teve aumento de 37 por cento desde o início de 1980, de acordo com estudo do Banco Central de Nova York.
  • Esses trabalhos podem pagar generosamente – um operador de máquinas experiente na empresa Ariel, em Mount Vernon, Ohio, ganha mais de US$ 75.000.

A escassez de habilidades industriais mostra uma grande defasagem entre o sistema de educação americano e as exigências da economia mundial. Durante décadas, os americanos foram informados de que o futuro está nos serviços de nível superior, como o de profissionais de Direito, por exemplo, e profissões “criativas” tais como programação de software e desenvolvimento de sistemas. Isso levou muitos especialistas a pensar que a única forma real de melhorar as oportunidades de trabalho para a classe média do país é aumentar seu acesso ao ensino superior.

Leia também:  Uma placa quebrada não sangra

O excesso de oferta de trabalhadores com ensino superior, no entanto, é impressionante, quando se contrasta com a crescente escassez de trabalhadores qualificados para a indústria. Um estudo de 2005 pela Deloitte Consulting revelou que 80 por cento dos industriais previam uma escassez de trabalhadores qualificados na área de produção mais que o dobro percentual do que se previa para a escassez de cientistas e engenheiros, e cinco vezes o percentual da defasagem esperada para profissionais das áreas administrativas e gerenciais.

*NATIONAL CENTER FOR POLICY ANALYSIS

Texto na íntegra: Joel Kotkin, “Wanted: Blue-Collar Workers,” City Journal, Outono de 2011.

Leia também:  A tragédia de Brumadinho e o capitalismo de estado

 

TRADUÇÃO: LIGIA FILGUEIRAS

Fonte da imagem: Wikipédia

Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.