Hospitais de propriedade de médicos

NCPA *

A competitividade no setor de provedores de serviços médicos é vital para a garantia de um tratamento de alta qualidade com otimização de custos para os pacientes. Alguns dos participantes mais competitivos desse mercado de provedores de serviços médicos nos EUA, nos últimos anos, têm sido os hospitais de propriedade de médicos que na sigla em inglês são os POHs [physician-owned hospitals].

O analista de políticas públicas para a área da saúde Spencer Harris e o pesquisador Brad Zarin, da Fundação para Políticas Públicas do Texas, acompanharam a evolução desses hospitais:

  • Eles oferecem uma ampla variedade de opções ao cliente com o que há de mais atualizado em inovações e equipamentos, alta qualidade de serviço e têm elevado nível de satisfação por parte do cliente.
  • A concorrência desses POHs “acordou” alguns hospitais gerais e acabou forçando-os a inovar para se manterem competitivos.
  • No entanto, a Lei de Proteção ao Paciente e Tratamentos de Saúde Acessíveis ou PPACA em inglês [Patient Protection and Affordable Care Act] basicamente eliminou a expansão futura dos POHs
  • Em outras palavras: a lei está tirando do mercado essa notável concorrência e diminuindo o acesso dos pacientes a serviço de alta qualidade de tratamento de saúde.
Leia também:  O salário mínimo e os jovens no mercado de trabalho

A proibição de hospitais de propriedade de médicos estabelecida no PPACA tira do mercado uma fonte explícita de concorrência para os outros hospitais. A conseqüência é que a lei restringe a eficácia econômica das instalações de propriedade de médicos.

Harris e Zarin são enfáticos: assim como o livre mercado serviu tão bem ao cidadão americano em tantos outros setores da economia, são igualmente as soluções do livre mercado que servirão como importante alavanca para uma oferta mais eficaz de serviços de tratamento de saúde.

*National Center for Policy Analysis 

Leia também:  Muito além da fome e do Socialismo

Fonte: Spencer Harris and Brad Zarin, “Physician-Owned Hospitals,” Texas Public Policy Foundation, August 2011.

 

TRADUÇÃO / adaptação: LIGIA FILGUEIRAS

Gostou do texto? Ajude o Instituto Liberal no Patreon!