Clérigo radical Abu Qatada finalmente deportado do Reino Unido para a Jordânia

 EURONEWS*

Depois de uma década de longa batalha pelo Governo britânico para deportá-lo, o clérigo radical Abu Qatada finalmente deixou o país.

Ele foi levado da base da Força Aérea Real – RAF em Northolt para a Jordânia, onde foi conduzido diretamente para o Tribunal de Segurança do Estado e formalmente acusado de terrorismo.

O pregador de origem palestina foi uma vez descrito por um juiz espanhol como o “braço direito de Osama bin Laden na Europa”.

O Governo britânico vem lutando nos tribunais desde 2005, para mandá-lo para casa. O impasse terminou no mês passado, quando a Jordânia assinou um tratado de extradição pelo qual as provas obtidas mediante tortura não poderiam ser usadas contra ele. Qatada havia prometido em maio deixar a Grã-Bretanha, se o tratado fosse ratificado.

Leia também:  Por que o ex-presidente Lula é considerado um "hóspede ilustre" na Polícia Federal?

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, saudou a deportação de Qatada: “É uma questão que, como com todo o país, fez meu sangue ferver; a de que este homem, que não tem o direito de estar no país, que é uma ameaça a nosso país, tenha demorado tanto tempo e tenha sido tão difícil deportá-lo. Mas conseguimos, ele está de volta à Jordânia, esta é uma excelente notícia.”

* Reproduzido pelo informativo Platform for Global Challenges [PGC]. İstanbul Bilgi Üniversitesi

 

FONTE DA IMAGEM: PGC / EURONEWS
TRADUÇÃO / EDIÇÃO: LIGIA FILGUEIRAS
Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.