Frase do Dia

Para mim, o aspecto mais preocupante do entusiasmo entre tantas pessoas da esquerda com o livro de Thomas Piketty, Capital no Século XXI, é a elevação da inveja a uma base supostamente respeitável para políticas de governo. Esse é o principal problema do livro.

Explorar e debater, por todos os meios, a precisão dos números de Piketty, as definições que ele escolhe para “capital” e “renda,” os méritos de medição líquidas em oposição a investimento bruto. Debater, discutir e pesquisar ainda mais sobre estes e outros assuntos técnicos e analíticos, são coisas importantes. Mas não se perca de vista o fato de que em uma sociedade civil é simplesmente indecente e imoral – se eu fosse religioso diria pecaminoso – invejar (para não dizer confiscar) qualquer uma das posses honestamente adquiridas dos outros, não importa quantas posses mais os outros possam ter, comparado com o que você tem.” (Don Boudreaux)

Texto original: “The most distressing aspect, for me, of the enthusiasm among so many people on the political left over Thomas Piketty’s Capital in the Twenty-First Century is the further elevation of envy into an allegedly respectable basis for government policy. That is the main problem with the book.

Explore and debate, by all means, the accuracy of Piketty’s numbers, the definitions he chooses for “capital” and “income,” the merits of measuring net as opposed to gross investment. Debate and discuss and do further research on these, and other, technical and analytical matters, for they are important. But don’t lose sight of the fact that in a civil society it is simply indecent and immoral – were I religious, I would say sinful – to envy (not to mention to confiscate) any of the honestly gotten possessions of others, no matter how many more possessions others might have compared to what you have.”

Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
João Luiz Mauad

João Luiz Mauad

João Luiz Mauad é administrador de empresas formado pela FGV-RJ, profissional liberal (consultor de empresas) e diretor do Instituto Liberal. Escreve para vários periódicos como os jornais O Globo, Zero Hora e Gazeta do Povo.