fbpx

Voto distrital e a luta para não tolerar abestados no Congresso

BERNARDO SANTORO*

O Estadão noticia a participação do “puxador de votos” Dep. Tiririca no programa partidário do PR ontem. O congressista declarou: “Paro, quase que não alcanço vocês. Abestado. Tiririca quer falar. (…) Eu quero dizer para vocês que continuo na política. Vocês têm que me aguentar, galera. Têm que me aguentar porque sem Tiririca, Brasília mica“.

A figura do puxador de votos é um dos institutos mais nocivos da democracia brasileira, fruto de um sistema proporcional que não faz sentido em um país sem identidade partidária e que vota quase sempre em pessoas ao invés de partidos.

O sistema proporcional brasileiro faz com que candidatos possam ser eleitos mesmo com pouca ou nenhuma votação. Junta-se a isso o fato da possibilidade de coligações proporcionais esdrúxulas (como por exemplo entre o DEM e o PCdoB), e temos uma receita de distorção representativa no Congresso, que não espelha de fato o que pensa o povo brasileiro.

Junta-se ao caldeirão o fato de que, historicamente, os dois maiores puxadores de votos terem muito pouco de política propriamente dita e perfis de voto de protesto: Tiririca e Enéas. Se o voto de protesto já é algo lastimável, pois põe uma pessoa que os próprios eleitores consideram despreparadas no Parlamento, imagine-se quando esse voto de protesto, além de eleger a figura caricata, elege também políticos tradicionais a quem o protesto original se dirigia.

Uma completa loucura.

Precisamos com urgência de uma reforma eleitoral que adote o sistema distrital. No sistema distrital, a possibilidade de um voto de protesto eleger alguém é muito menor, e candidatos sérios precisarão de menos recursos para participar da campanha, já que a área geográfica da campanha passa a ser menor. Com isso, diminui-se a possibilidade de candidatos comprometidos com grandes empresas corporocratas serem eleitos também.

Precisamos parar de tolerar abestados legislando nossas vidas.

*DIRETOR DO INSTITUTO LIBERAL

Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.