fbpx

PT e seus 40 ministros

RODRIGO CONSTANTINO *

O ex-presidente Lula saiu em defesa dos quase 40 ministérios que o governo do PT possui, praticamente o dobro da quantidade existente na era FHC. Para Lula, reduzir os ministérios é coisa de “conservador” que não liga para as “minorias” e suas lutas sociais. Eis o que disse o ex-presidente:

Estou vendo um zum-zum-zum de que tem gente que vai pedir para a presidenta Dilma diminuir ministério. Olhem, fiquem espertos, porque ninguém vai querer acabar com o Ministério da Fazenda, com o Ministério da Defesa. Vão querer mexer com a Igualdade Racial, com os Direitos Humanos. Eu acho que a Dilma não vai mexer, eles vão falar que precisa fazer ajuste, precisa diminuir. Não tem que diminuir ou aumentar, tem que saber para que serve.

O autor da proposta de redução, o PMDB, não gostou nada da declaração, naturalmente. O deputado Danilo Fortes (PMDB-CE), relator da LDO de 2014, manifestando a insatisfação de parcela do partido, lembrou:

O Lula é suficientemente inteligente para entender que o governo e o PT nunca precisaram do PMDB como agora. Como ele precisou em 2005 para se reeleger. A governabilidade, neste momento, passa necessariamente pelo PMDB. Acho que ele fez isso (dizer que não precisa diminuir o número de ministérios) para sinalizar um discurso de esquerda e comprometimento com questões sociais.

O líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), disse respeitar a opinião de Lula, mas avisou que já tem as assinaturas necessárias para fazer tramitar proposta de emenda à Constituição (PEC) de sua autoria que reduz para 20 o número de ministérios. Cunha disse: “Não vou bater boca com Lula. Ele tem a opinião dele, e nós temos a nossa. É avalizado pelo país para dar a opinião dele. Paciência! Não é uma proposta minha, é do partido”.

Como podemos ver, nessa questão, assim como em várias outras, o fisiológico PMDB está certo, e o PT consegue ser muito pior do que o próprio PMDB. Pode ser triste depender do PMDB para conter o ímpeto autoritário e perdulário do PT, mas às vezes é só o que nos resta. Se depender só do PT, teremos em breve uns 50 ministérios!

O editorial do GLOBO foi no alvo:

O ex-presidente Lula critica com veemência a proposta de corte no excessivo número de ministérios. Não pode ter outra atitude, pois, ao decidir conquistar apoio no Congresso pela via do toma lá dá cá, do fisiologismo, teve que abrir o leque de cargos de primeiro escalão. Os 39 ministérios, muitos desnecessários, são uma das marcas do lulopetismo. Ele não pode ser contra. Já o preço, em forma de uma administração emperrada, dispendiosa e ineficiente, é pago pela sucessora Dilma Rousseff.

Eu só não isentaria, uma vez mais, a atual presidente dessa estratégia, como se fosse tudo culpa do ex-presidente Lula. Ambos agem assim. A presidente endossa essa tática absurda. E agora já sabemos: se você não aplaude 40 ministérios, você é um “conservador”. Bem-vindo ao time!

* PRESIDENTE DO INSTITUTO LIBERAL

Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.