fbpx

Injustiça! Eles só lutaram pela liberdade

WAGNER VARGAS *

“Nós não falamos para dizer alguma coisa, mas para obter um certo efeito”. Esta frase atribuída a Goebbles, propagandista do Nazismo, poderia ter sido dita pelos companheiros Josés (Genoino e Dirceu), quando se apresentaram para a Polícia Federal nos últimos dias.

Genoino e Dirceu fariam de tudo pela democracia, nem que para isso tivessem que roubar bancos, seqüestrar e até mesmo matar os porcos inimigos da revolução. Foi essa sede de justiça que despertou a ira de Ministros do Supremo. “Nos orgulhamos de pessoas como ele, que dedicam sua vida para construir a democracia” diz uma carta de apoio a Genoino, assinada pelo companheiro Chico Buarque.

É um absurdo, mas o Partido dos Trabalhadores só conseguiu nomear, 8 dos 11 ministros do Supremo. Ainda sim, o partido tem de agüentar ingratos e traidores como Luiz Fux e Joaquim Barbosa. Antes de ser nomeado, um deles prometeu ajudar o companheiro Dirceu — segundo o ex-ministro— o outro insiste usar um pequeno crime de caixa dois para privar a liberdade de homens de bem. O que prova que a ação penal 470 não passa de perseguição política e a imprensa golpista tem apoiado tudo isso.

A imprensa golpista diz que não tem caixa dois com dinheiro público. Mentira! O repasse de verba para os parlamentares para aumentar o poder do partido e como lembrou Demétrio Magnoli em um artigo para Oglobo (segundo Lênin) “o Partido é o único instrumento histórico que a classe trabalhadora tem para a solução de suas tarefas fundamentais. Só podemos ter razão com o Partido”. Ou seja, já que o PT defende e luta pelo povo, nada mais justo que o povo retribua para os dividendos políticos do partido, bem como para suas dívidas de campanha.

A injustiça  no processo do Mensalão é tamanha que Henrique Pizzolato teve de fugir do Brasil. Homem de confiança era tão trabalhador que suava camisa dobrado: como diretor de marketing do BB e arrecadador de recursos para campanha de Lula. Pensam que é fácil criar caminhos monetários entre o banco, agências de publicidade e partido?

A Imprensa Golpista
Poucos fazem jornalismo sério, Carta Capital é uma delas. Enquanto todas as demais publicações perdiam tempo colocando o Mensalão em suas capas, as quase 100 páginas da última edição (compostas também por propagandas  de estatais) da revista dedicou apenas meia página sobre o assunto, um exemplo de combate ao sensacionalismo.

Carta colocou em sua reportagem de capa um texto traduzido da The economist sobre o alerta de alguns cientistas sobre a extinção de alguns animais, nada a ver com o Brasil, mas importante para o mundo. Mas não pense que são todas as matérias da The Economist que ganham tamanho destaque. Quando a publicação inglesa resolveu atacar nosso país e afrontar a social democracia o baluarte da ética jornalística não aceitou copiar e colar tal matéria que classificava a economia do Brasil como desgovernada, com muita burocracia e altos impostos.

Nassif e Paulo Henrique Amorim, também lutam contra o PIG (Partido da Imprensa Golpista), e defendem o interesse público por isso tem apoio financeiro maciço do BNDES, Caixa, Petrobrás e BB — algo mais do que justo e é algo que precisa ser imediato não há tempo a perder consultando àqueles que querem atrapalhar isso, os elitistas!

Enfim, voltando a Genoino e Dirceu, eles são grandes exemplos, não arredaram o pé e, ao serem detidos, levantaram os punhos em sinal de resistência. Todo o brasileiro deveria saber que eles são exemplos de resistência e coragem, apesar de sofrerem com a ansiedade desse processo, há mais de 8 anos, tocam a vida normalmente: Genoino continua sendo Deputado e Dirceu um “consultor empresarial” de algumas licitações do planalto.

* JORNALISTA

Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.