Explicar que é bom, nada!

Comentário do dia 27.05.2011

RODRIGO CONSTANTINO*

O ministro Palocci “explicou” nesta quinta-feira a senadores petistas o seu aumento patrimonial e também teria acusado a oposição de tentar desestabilizar o governo com “informações despropositadas”. A presidente Dilma entrou no embalo e reclamou que agora todos focam no conteúdo das acusações, e não no vazamento delas. Dilma ainda teria acusado a oposição de desejar o “terceiro turno” das eleições.

São tantos absurdos juntos que é difícil saber por onde começar. Para começo de conversa, por que Palocci perdeu a voz em público e resolve, depois de vários dias, “explicar” somente para seus aliados petistas seu recém-adquirido toque de Midas? O povo brasileiro quer saber, ministro! Como se ganham tantos milhões em tão pouco tempo prestando “consultoria”? Tenho certeza que uma dica dessas não seria ignorada nem pelo bilionário Eike Batista.

Além disso, falar em “informações despropositadas” é mesmo o cúmulo da cara-de-pau. Ora, despropositado é ganhar tanto dinheiro assim em poucos dias por meio de “consultoria”, ministro! Se alguém desconfiar de tráfico de influência, não poderemos acusá-lo de paranóico, não é mesmo?

Os petistas parecem perdidos mesmo, e já atacaram os tucanos e a imprensa. O mensageiro precisa ser morto para abafar a notícia, assim como o sofá precisa ser jogado fora para eliminar o adultério. A Presidente fala de oposição, mas qual? Se não fosse o trabalho justamente da imprensa que tanto incomoda governos corruptos, já éramos uma Argentina, quiçá uma Venezuela. Parece o sonho dos petistas mesmo.

A Presidente fala em “terceiro turno”, mas legítimo seria questionar um possível “terceiro mandato” do presidente Lula. O “cara” está de volta, dando pito em senadores e distribuindo ordens no governo. Quem é que manda, presidente Dilma? Quem foi eleito pelo povo? Será que temos um governo de marionetes, que apenas segue ordens de um civil sem cargo público? A postura do ex-presidente Lula, com a permissividade da presidente Dilma, é uma afronta à democracia.

Sobre focar no conteúdo das informações reveladas, que absurdo, não é mesmo? Onde já se viu o povo focar no conteúdo das coisas? Vejamos um exemplo: o sujeito descobre que sua mulher o está traindo, mas eis que quem mostra a prova contundente é o vizinho que tem interesse na mulher. Claro que o marido traído deve focar na forma como a prova surgiu, e não na traição em si, certo? Tem coisas que só os petistas conseguem dizer com a maior tranqüilidade!

Até agora, vimos apenas baratas tontas, mas explicar que é bom, nada! Também, pudera: não há como explicar tantos milhões em tão pouco tempo com “consultoria” de ex e futuro ministro. Ao menos não sem chamar o povo de imbecil.

*DIRETOR DO INSTITUTO LIBERAL

Fonte da imagem: Wikipédia

Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.