Clipping – ‘Os arroubos totalitários do PT’

O articulista / economista Nivaldo Cordeiro alerta para a iminente adoção do totalitarismo no Brasil, articulado pelo PT.

O 4º Congresso do PT, realizado neste final de semana em Brasil, revelou que, mais do que nunca, as lideranças do partido se sentem à vontade para, sem pudor, alardear seu sectarismo e seu radicalismo. Controle da mídia, extinção do Senado Federal, “igualdade” de gêneros e tudo que se abriga sob essa denominação (gaysismo, aborto, destruição da família, militância antireligiosa), tudo posto às claras e transformado em resoluções do partido. O PT se sente à vontade no poder para vomitar seu projeto totalitário, como o fez Hitler em 1933.
Os comentários estão no vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=tJ_M52h8wWs

O articulista alerta para o espírito desarmado da população em geral e  indaga: O que pensam as Forças Armadas?

Leia também:  Contas Nacionais do segundo trimestre de 2019: Stay cool e siga com as reformas

Em entrevista ao jornal Estadão do último dia 3 [A escalada do totalitarismo –  e do horror],  o historiador britânico Richard Evans lembra que Hitler chegou ao poder porque os conservadores achavam que poderiam manipulá-lo, mas o que aconteceu foi o contrário.

Para a esquerda, instituir o comunismo na América Latina continua de pé. Como os nazistas queriam fazer com os judeus e ninguém acreditou, também a sociedade brasileira não acredita num Estado totalitário no Brasil. Mas os braços armados do PT estão atuantes – vide FARC, MST, sindicatos que são os donos dos fundos de pensão (são quase uma autoridade estatal).

Leia também:  Como padece a pobreza no Brasil

Nivaldo Cordeiro diz que só o Senado pode evitar esse rumo; se o Senado cair, a cúpula dirigente do País governará por decreto. Os acontecimentos estão precipitando-se rapidamente.

Gostou do texto? Ajude o Instituto Liberal no Patreon!