Destinos traçados: a sujeição dos brasileiros ao conformismo

O brasileiro é, antes de tudo, um conformado. Aceitamos que estamos condenados por nossa herança colonial. Acostumamo-nos a creditar as possibilidades de desenvolvimento às condições de nascimento: a pobreza, a negritude, ser mulher… Divídas históricas ou sociais que determinariam nosso destino. Nada mais verdadeiro, nada mais falso. O próprio hino socialista, “A Internacional”, em seus […]

Leia mais

Desarranjo de compadres

Assinei o pedido registrado em cartório e na Câmara Federal para impeachment da presidente. Em nome do movimento que dirijo e da minha consciência, sobretudo. Tem horas que o melhor é nos aborrecer com outras figuras da política. E a presidência da Câmara Federal, terceira autoridade pública a assumir a presidência da República na falta […]

Leia mais

A politização da política: o protagonismo do povo

As ruas brasileiras já não têm mais dono. Finalmente são públicas, pertencem ao povo brasileiro. Despiram-se das vestes únicas que, vermelhas, mostravam o domínio de bandeiras indicadoras apenas do lado esquerdo de uma sociedade plural. A política das vias não pertencia ao povo, mas a poderosas organizações financiadas por contribuições sindicais e de funcionários, no […]

Leia mais

Quando o PT abandonou os pobres

O Partido dos Trabalhadores nasceu em 1982 da união de sindicatos, grupos ligados à esquerda da igreja católica, intelectuais, artistas e estudantes que haviam se organizado, não apenas para representar politicamente os mais desfavorecidos, mas que tinham um projeto de profundas reformas políticas e sociais. O PT era a promessa de inclusão dos excluídos. O […]

Leia mais

O panorama da política atual

Acostumados com um clima de “fla-flu” político, nossos representantes exaltam disputas dicotômicas de “nós contra eles”, de pobres contra ricos e outras asneiras impregnadas em seus espíritos embolorados. Espíritos esses que também buscam na história até mesmo a absolvição de malfeitos atuais. Nada mais reducionista e falso. A política não se resume a grupos de […]

Leia mais

A esquerda, os pobres e o monopólio da virtude

A pseudoafeição entre muitos pregadores de doutrinas esquerdistas e os pobres, quando acompanhada de pensamentos protetores, representa um desmedido sentimento de supremacia. Teses elaboradas sobre torres de marfim identificam o bem, o mal e inclusive pretendem, por vezes, consertar a sociedade. Travestem-se de discursos de perseguição, preconceitos e outras explorações que explicariam não apenas o […]

Leia mais

Um certo dia de ontem

  As eleições se aproximam e, novamente, vemos projetado um Brasil cujo futuro esplendoroso chegará pelas mãos de um(a) salvador(a) da pátria. Obras faraônicas serão erguidas, o meio ambiente será totalmente preservado e, claro, a corrupção será debelada. Da pauta de promessas constam ainda saúde, educação e segurança, tudo padrão FIFA. Pagamos há anos as […]

Leia mais

Os donos da rua

As manifestações iniciadas em junho do ano passado explicitaram níveis de insatisfação geral nunca antes na história democrática deste país, demonstrados. O povo, até então cordial, saiu às ruas exigindo mudanças diversas. O estopim foi um aumento de vinte centavos na tarifa de ônibus. Na pauta múltipla dos andarilhos indignados predominou o cansaço com a […]

Leia mais