fbpx

Todos eles são


ARTHUR CHAGAS DINIZ *

Joao_Paulo_Cunha_deputado_Camara_dos_Deputados_16_12_2013O último a se declarar “preso político”, o deputado petista João Paulo Cunha, iguala-se moralmente com Mandela, chamando seu julgamento de farsa.

É incrível a crença petista de que a mentira repetida, inúmeras vezes, acaba por se transformar em verdade.

O caso de João Paulo é muito particular, pois as evidências de corrupção foram visualizadas e televisionadas através de saques efetuados por sua mulher.

“Se Mandela ficou preso 27 anos, eu posso suportar”. Disse o “nosso” corrupto.

Se eu fosse um cidadão sul-africano processaria João Paulo, pois, entre todos os mensaleiros, ele foi o mais óbvio.

A bancada dos deputados em presídios só tende a aumentar, bem como a caradurice de seus integrantes.

Todos eles agora querem ser iguais a Mandela, injustamente preso por 27 anos.

* VICE-PRESIDENTE DO INSTITUTO LIBERAL
imagem: Câmara dos Deputados 

Um comentário em “Todos eles são

  • Avatar
    17/12/2013 em 9:50 pm
    Permalink

    Eles usam o argumento do Goebels: uma mentira repetida cem vezes vira verdade.

Fechado para comentários.