fbpx

Semana do aniversário de 38 anos do Instituto Liberal

16 de janeiro de 1983.

Em uma época em que o Brasil começava a se despedir de vez de um ciclo de fechamento político, sem, entretanto, vislumbrar a contento a esperança de uma abertura econômica, o empresário Donald Stewart Jr. e seus amigos enxergaram mais longe.

Quando a agenda reformista do liberalismo era uma bandeira de poucos e dedicados atores políticos que travavam uma luta difícil em terreno árido, quando os laços com a tradição liberal brasileira estavam fragilizados, quando a conexão com os desenvolvimentos do liberalismo no exterior era intelectualmente deficiente, esse homem de ação foi à luta. Com a preocupação de estabelecer um alicerce institucional para a divulgação e manutenção do liberalismo como uma corrente de opinião decisiva no Brasil, diante da predominância avassaladora do patrimonialismo, do intervencionismo e das variantes de uma mesma matriz socialista, ele fundou, naquela data, o nosso Instituto Liberal.

O trabalho inicial do Instituto se concentrou por algum tempo na tradução, edição e publicação de livros e panfletos, já que eram muito poucos os textos sobre liberalismo existentes no Brasil. O Instituto publicou pela primeira vez no país obras de diversos autores internacionais e também serviu de plataforma para divulgar o trabalho de grandes nomes nacionais.

Simultaneamente, o IL passou a promover palestras, colóquios e seminários. Professores, especialistas e intelectuais de diversas áreas do pensamento tomaram parte nas fileiras que vêm contribuindo para a realização desse trabalho. Dessa equipe, um dos mais dedicados e valorosos colaboradores foi o professor Og Leme, que integrou os quadros do Instituto Liberal até setembro de 2003. Personalidades clássicas da história do liberalismo nacional, como Meira Penna, José Guilherme Merquior e Roberto Campos, participaram diretamente das atividades e reflexões do instituto, honrando sua trajetória.

A partir de 2007, a semente plantada pelo trabalho de décadas do IL gerou formidáveis frutos, com a criação de diversos outros institutos autônomos em defesa da liberdade, como o Instituto Mises Brasil, os Institutos de Formação de Líderes, o Instituto Millenium, o Instituto Liberal do Nordeste, o Instituto Ordem Livre e o Estudantes pela Liberdade, todos parceiros institucionais do IL. A diferença que esses movimentos e instituições vêm fazendo no país é sensível até aos mais desatentos.

Já a partir de 2013, o velho instituto pioneiro passou a desenvolver, com um grande time de colunistas e publicações constantes, representando diferentes escolas dentro do espectro do liberalismo, uma avaliação quase diária dos acontecimentos que chamam a atenção do noticiário e da sociedade. Nos últimos anos, realizamos duas Conferências exclusivas, 21 encontros do Núcleo de Formação Liberal (em parceria com o Instituto Libercracia e o Grupo de Estudos Dragão do Mar), dois cursos (Escola Austríaca e Liberalismo Raiz), contribuições teóricas a instituições estrangeiras, além de apoio a diversos outros eventos e outras iniciativas.

É um imenso orgulho poder levar adiante a marca dessa gloriosa instituição – hoje quase “quarentona” – que tanto bem fez à pluralidade no mercado brasileiro de ideias. No dia do seu aniversário, 16 de janeiro, faremos uma transmissão ao vivo em nossa página no Facebook, às 20h, abordando brevemente a trajetória da instituição e seus grandes nomes e anunciando oficialmente um novo projeto editorial do IL. Esperamos contar com a audiência de vocês!

Até lá. Parabéns, Instituto Liberal!

Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.