Queimadas na Amazônia: esquerda brasileira emplacando mais difamações sobre o Brasil no exterior

“Enquanto a verdade calça os sapatos, a mentira dá a volta ao mundo”.
A frase de Mark Twain diz muito sobre o que vem acontecendo nessa semana, com a esquerda brasileira emplacando mais uma campanha de difamação do Brasil no exterior.

Na época do impeachment, fizeram circular no mundo inteiro que a democracia brasileira estava sendo destruída, que estava acontecendo um golpe. Com a condenação e prisão de Lula, fizeram ecoar que os bandidos eram os procuradores e os juízes da Lava Jato.  Na última eleição, propagaram que Bolsonaro e seus eleitores representavam a volta do nazismo. Com a vitória dele, panfletaram que uma nova ditadura militar entraria em vigor. Agora, fizeram jornais, artistas, ONGs e todos os idiotas de plantão compartilharem a narrativa de que Bolsonaro está destruindo a Amazônia. Teve gente dizendo que ele está destruindo até as girafas brasileiras.

Só depois de mais essa campanha de difamação do país ter dado a volta no planeta, começa a circular os dados e gráficos que mostram que foram sob os governos do PT que mais florestas foram derrubadas na Amazônia. Mas o estrago a imagem do país já está feito. Apenas uma ínfima parcela das pessoas que propagaram a mentira baterão os olhos na verdade, mas nenhuma delas se dará um pouco de honestidade para reconsiderar sua opinião diante de outras pessoas.

Qual será a próxima campanha contra o Brasil?

Sempre me lembro do caso da destruição da cultura do cacau na Bahia. Partidários do PT inescrupulosamente infectaram plantações com a praga conhecida como “vassoura de bruxa”, levando à quase completa destruição das fazendas, fazendo dezenas de milhares de pessoas perderem seus empregos. A verdade sobre o caso demorou duas décadas para vir a público.

Há um vídeo no Youtube em que Lula fala claramente de como ele difamava o Brasil no exterior, inventando números absurdos sobre as mazelas nacionais. Lula passou dez anos rodando o mundo fazendo isso.
Até quando o Brasil se verá refém dessa máquina de desinformação?

A esquerda ficou 20 anos no poder. Teve todo o dinheiro, todo o poder e todo o apoio para melhorar o país, mas o entregou na maior recessão e com a maior dívida pública de sua história, com os maiores índices de violência urbana já registrados, assombrado pelo maior esquema de corrupção do mundo, com todas as estatais e seus fundos de pensão arrombados em dezenas de bilhões de reais. Ainda assim, parece que foi pouca desgraça. Seus militantes querem mais. Quanto pior estiver o Brasil, melhor para eles.

Temos um governo que não completou 9 meses e que tenta aprovar medidas de combate ao crime e de enxugamento dos gastos públicos, mas que é tratado pelos “formadores de opinião” como uma tragédia mundial, ameaça à paz e a natureza.

Até quando?

Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
Leia também:  Por um partido de direita no Brasil
João Cesar de Melo

João Cesar de Melo

É arquiteto e artista plástico.