fbpx

A Petrobras, você e eu

 

ARTHUR CHAGAS DINIZ *

Petrobras: edifício no Maracanã, RJO ministro da Fazenda, Guido Mantega, ao “tentar” explicar a predatória política de preços dos combustíveis, pela Petrobras, quase sempre bate de frente com a lógica.

Ao invés de liberar a empresa para a prática de preços de mercado (competir com eventuais importadores), o governo prefere subsidiar o consumo, estimulando-o.

Simultaneamente, age de maneira semelhante em relação ao etanol de cana-de-açúcar. Em nome de controlar a inflação, atua na Petrobras como se fosse um feitor.

Suas intervenções afetam o valor de mercado da empresa, geram insegurança entre seus acionistas e, em médio prazo, acabam por refletir a inflação interna.

A maior empresa do Brasil afeta a mim, a você e a todos os brasileiros, sendo ou não seus acionistas.

* VICE-PRESIDENTE DO INSTITUTO LIBERAL
FONTE DA IMAGEM:  WIKIPÉDIA
Pereira Rodrigo Ramiro

Pereira Rodrigo Ramiro

O Webmaster desenvolve atividades de projeto, configuração e administração da infraestrutura tecnológica do website.