fbpx

Obama a Putin: preocupação com armas químicas na Síria

 

BBC NEWS*

O presidente dos EUA manifestou preocupação a seu colega russo, Vladimir Putin, com os relatos de que a Síria tem usado armas químicas.

Obama telefona a Putin: armas químicas na Síria. Abril 2013. Foto BBC / PGC
foto: BBC NEWS / PGC

Em conversa por telefone, os dois líderes concordaram em permanecer em contato sobre o assunto, delegando a seus ministros das Relações Exteriores a continuidade das conversas. Os EUA haviam declarado, antes, que “tinham vários graus de certeza” de que armas químicas foram utilizadas na Síria.

O governo de Damasco classificou as acusações como “mentiras”.

 “Mudança de Jogo” –  Em um comunicado, a Casa Branca disse que Obama e Putin conversaram por telefone na segunda-feira, quando Obama “ressaltou sua preocupação com as armas químicas da Síria”. Washington tem criticado a Rússia repetidamente – assim como a China – por bloquearem medidas mais duras contra a Síria no Conselho de Segurança das Nações Unidas, incluindo novas sanções. Putin e Obama estão agendados para um encontro em junho, quando vão conversar sobre a questão.

Na semana passada, Obama prometeu uma “investigação vigorosa” do assunto. E alertou que será uma “virada de jogo” para a política dos EUA se for confirmada a veracidade dos relatórios sobre as armas químicas. Tanto os EUA quanto o Reino Unido têm alertado sobre o surgimento de provas de que a Síria tem usado armas químicas, como o gás sarin, que atua no sistema nervoso. O governo sírio nega as acusações de que suas tropas usaram armas químicas, dizendo que as acusações ocidentais “não têm qualquer credibilidade”.

Mais de 70.000 pessoas foram mortas desde que estourou o conflito entre as forças sírias e os rebeldes em março de 2011.

 

* Reproduzido pelo informativo Platform for Global Challenges [PGC]. İstanbul Bilgi Üniversitesi

 

FONTE DA IMAGEM: PGC / BBC NEWS
TRADUÇÃO / EDIÇÃO: LIGIA FILGUEIRAS
Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.