O que é o lobby da Felicidade?

NCPA *

Nos últimos anos, houve uma explosão de pesquisas publicadas nos EUA sobre as causas e implicações da Felicidade. A ideia é a de que, se os governos derem a devida importância a essas pesquisas e seus dados, eles poderão formular políticas que procurarão maximizar a felicidade geral. Iain Murray e Blake Taylor, do Competitive Enterprise Institute, vêm acompanhando o movimento e observaram o seguinte:  

  • Os pesquisadores sobre a felicidade procuram entender o que faz as pessoas felizes e o que as torna infelizes.
  • O lobby da felicidade procura usar essas informações para a formulação de políticas públicas que, segundo esse lobby, irão melhorar a sociedade maximizando a felicidade das pessoas – através de subsídios e outros incentivos públicos em geral – e minimizando sua infelicidade – através do aumento da tributação, regulamentação ou proibição pura e simples.
Leia também:  O uso dos pardos como curingas em nosso baralho racial

Será que agentes públicos podem decidir sobre essa questão de forma razoável? Direto ao ponto: as pessoas é que sabem como aumentar sua própria felicidade, sabem melhor do que qualquer funcionário público agindo em seu nome.

Pense em como a vida hoje é diferente em comparação com a de 50 anos atrás. Não apenas somos mais saudáveis, mais ricos e mais instruídos, mas a própria sociedade, em diversos aspectos, mudou radicalmente para melhor. A sociedade americana, por exemplo, evoluiu, a passos largos, em termos de extensão dos direitos e liberdades para cidadãos antes marginalizados. Segundo os parâmetros do lobby da felicidade, essas mudanças tiveram um impacto insignificante na felicidade geral, ou foram compensadas por consequências negativas. Isso não é nem plausível.

Leia também:  Financiamento de jatos: O BNDES é imoral

Como nossos pais, professores e inúmeros provérbios antigos muitas vezes nos ensinaram, o dinheiro não é algo que vale a pena buscar como um objetivo final. A consequência, muitas vezes não declarada, desse truísmo é que o dinheiro é um importante meio que permite às pessoas alcançar seus objetivos e melhorar o seu bem-estar geral. Assim, o crescimento econômico geralmente corre em paralelo com maiores oportunidades para os indivíduos.

Nunca há um ponto onde essas oportunidades estão suficientemente disponíveis. Sempre haverá barreiras, naturais e artificiais, que impedem a capacidade dos indivíduos de alcançar objetivos. Remover essas barreiras deve ser uma prioridade maior do que microgerenciar respostas subjetivas para pesquisas sobre a felicidade. Se os indivíduos e os formuladores de políticas públicas se concentrarem em eliminar essas barreiras, as próximas décadas poderão ver um aumento ainda maior da capacidade dos indivíduos de buscar uma felicidade significativa de acordo com seu próprio modo de julgar.

Leia também:  Seria viável um confronto contra a Venezuela?

Leia mais no artigo de Iain Murray e Blake Taylor “What is the Happiness Lobby? Growing Body of Questionable Research Lends Support to Paternalistic Policies,” Competitive Enterprise Institute, August 29, 2013.

* NATIONAL CENTER FOR POLICY ANALYSIS

* TRADUÇÃO E EDIÇÃO: LIGIA FILGUEIRAS

 

IMAGEM: WIKIPÉDIA
Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.