fbpx

O período pós-Dilma

protesto_manifestantes_Congresso Nacional_18_junho_2013Certamente, o título do artigo pressupõe que a sociedade brasileira não reelegerá a nossa ex quase doutora em economia, Dilma Rousseff.

O governo petista, comandado pela opulenta senhora, tem assumido posturas em relações internacionais incompatíveis com as melhores tradições brasileiras. Nossos tradicionais parceiros norte-americanos têm sido hostilizados de maneira sistemática, enquanto Venezuela e Cuba disputam prestígio e benesses que não encontram justificativa senão a ideológica.

Essa diplomacia que, no Brasil, já foi de excelência, agora transita por caminhos incertos e objetivos indeclináveis. Logo a diplomacia brasileira que já gozou de um prestígio internacional que nos enchia de orgulho!

Infelizmente, vamos ter que esperar uns meses para que um novo Presidente da República venha a colocar o Itamaraty nos eixos e definir os objetivos do País como prioritários, ao contrário do que está acontecendo.

[divide]

Saiba mais:

O Brasil nos próximos quatro anos

Série de debates prevê mais de quatro horas de confronto direto entre Aécio e Dilma

Veja também:

Dilma faz críticas a Arminio Fraga e PSDB explora inflação alta

 

imagem: Wikipédia; links atribuídos pela Editoria