O Papa verde

JOÃO LUIZ MAUAD* Só faltava essa!  Sua Santidade, o Papa Francisco, depois de colocar a culpa pelo desemprego do mundo na ganância e no dinheiro, resolveu agora dar uma forcinha aos ambientalistas mais radicais.  Segue trecho de reportagem da revista Foreign Policy, do último dia 13: O Papa Francisco já se tornou um favorito dos […]

JOÃO LUIZ MAUAD*

Só faltava essa!  Sua Santidade, o Papa Francisco, depois de colocar a culpa pelo desemprego do mundo na ganância e no dinheiro, resolveu agora dar uma forcinha aos ambientalistas mais radicais.  Segue trecho de reportagem da revista Foreign Policy, do último dia 13:

O Papa Francisco já se tornou um favorito dos progressistas com suas declarações bastante liberais sobre homossexualidade e controle de natalidade. Mas essa adoração tende a aumentar, agora que assumiu o papel de cruzado ambiental. Na segunda-feira, o Papa foi fotografado com ativistas ambientais segurando t-shirts com slogans anti-fracking.

papa verde

As fotos foram tiradas depois de uma reunião no Vaticano em que o Papa falou com um grupo de ativistas ambientais argentinos para discutir a contaminação da água, derivada da extração de gás e petróleo de xisto. Ele teria dito ao grupo que está preparando uma encíclica sobre a natureza, os seres humanos e poluição ambiental.

Alguém precisa dizer ao Papa que a técnica do fracking tem permitido uma redução drástica dos preços dos combustíveis, bem como da poluição do ar e, até mesmo, das emissões de CO2, nos EUA, um dos únicos países do mundo a cumprir a meta de Kioto, mesmo sem nunca ter assinado o protocolo.  Todas essas conseqüências são, direta ou indiretamente, benéficas aos mais pobres.

Se Sua Santidade quiser realmente ajudar os mais necessitados deveria rever algumas de suas posições.

*ADMINISTRADOR DE EMPRESAS E DIRETOR DO INSTITUTO LIBERAL

Gostou do texto? Ajude o Instituto Liberal e Instituto Liberal no Patreon!