fbpx

Lições de liberdade de um grande empresário

INDEPENDENT INSTITUTE

livro_Willard_GarveyLivro: Willard Garvey: Uma vida épica

Em 1970, três visionários – o pioneiro em investimentos a nível mundial John Templeton, o empresário de desenvolvimento internacional Willard Garvey (pai da Vice-Presidente Sênior do Independent Institute Mary Theroux) e o empresário e designer de iates Seth Atwood – identificaram um pedaço de terra oceânica que acharam poder converter em uma nova república. O Minerva Reef era um atol no Pacífico Sul, a 260 milhas de Tonga, que eles planejaram transformar em uma ilha capaz de comportar 25 mil pessoas. Para encurtar a história, o experimento Minerva afundou, dois anos depois, quando o líder do projeto deu entrada em um pedido de “Declaração de Soberania” junto ao Departamento de Estado dos EUA, prematuramente, levando Tonga a reivindicar os recifes um mês depois. Tonga venceu, a República de Minerva perdeu. Felizmente, os visionários não abandonaram a esperança. Eles decidiram promover a liberdade em terra firme, com Templeton instituindo a fundação que leva seu nome e Garvey apoiando grupos pró-liberdade, como o Independent Institute .

Esta é apenas uma das fascinantes aventuras contadas por completo no livro de Maura McEnaney Willard Garvey: Uma vida épica. Numa época em que o governo está crescendo mais rápido do que o setor privado e em que abrir uma empresa torna-se cada vez mais difícil, a história de Willard Garvey serve como inspiração para aqueles que se dedicam ao empreendedorismo baseado em princípios e à liberdade individual.

Willard Garvey – Uma vida épica

Por Maura McEnaney

Nascido na região do Dust Bowl[1], Willard Garvey se mudou no auge da Grande Depressão para trabalhar nos pomares da Califórnia – que ficaram famosos com o romance The Grapes of Wrath [As Vinhas da Ira]. Ele navegou no Queen Mary para lutar na Segunda Guerra Mundial e foi um dos três primeiros oficiais americanos em Berlim após sua queda, participando, posteriormente, da Conferência de Potsdam. Mais tarde, ele se tornou o proprietário-operador do elevador de grãos “maior do mundo”, o maior proprietário de terras em Nevada e construtor do edifício mais alto de Kansas – o Epic Center .

Um empresário visionário que sonhou com a ideia de que “todo homem deve ser um proprietário”, Garvey foi pioneiro do programa da casa própria acessível nos países em desenvolvimento, numa época em que poucos se davam conta ou se importavam com os milhões de pessoas vivendo em favelas. Ele passou a ter relações amigáveis com chefes de Estado e capitães de indústria, lançou uma quarta rede de televisão de curta duração, defendeu o jornalismo independente numa época de forte controle da mídia, e até tentou criar um novo país!

Um cruzado destemido contra a burocracia do governo, Garvey lutou incessantemente pela liberdade para que seus semelhantes tivessem as oportunidades de sucesso que ele teve, liberdade essa que ele viu ameaçada pelo crescimento do poder do governo.

Autora:

maura_mcenaneyMaura McEnaney tem mais de 30 anos de experiência como premiada escritora e editora de negócios. Foi jornalista da Bloomberg News, do Akron Beacon Journal e outros jornais regionais diários e semanais e publicações dedicadas ao comércio.

Seu trabalho apareceu no Washington Post, Denver Post, Boston Globe, New York Daily News e na BusinessWeek online, entre outros. Maura foi da equipe de redatores do projeto “A Question of Color“, do Akron Beacon Journal, que analisava as relações raciais em Akron, e que ganhou a Medalha de Ouro do Prêmio Pulitzer por Serviço Público Meritório, em 1994.

Mais detalhes sobre o livro aqui.



[1] Fenômeno climático de tempestade de areia que ocorreu nos Estados Unidos na década de 1930 e que durou quase dez anos. Foi um desastre econômico e ambiental que afetou severamente boa parte dos Estados Unidos da América. [Wikipédia, N.T.]

Ligia Filgueiras

Ligia Filgueiras

Jornalista, Bacharel em Publicidade e Propaganda (UFRJ). Colaboradora do IL desde 1991, atuando em fundraising, marketing, edição de newsletters, do primeiro site e primeiros blogs do IL. Tradutora do IL.