Ignorância ou má fé?

Marcelo_Neri_presIPEA_2014O presidente do IPEA, Marcelo Neri, definiu como “fatalidade” a divulgação, pelo órgão que preside, de alguns dados da pesquisa desta instituição.

A referida pesquisa ficou marcada pela informação de que 65% dos brasileiros atribuíam ao uso de roupas provocativas a responsabilidade pelo elevado índice de estupros.

Classificar como fatalidade é escapar à responsabilidade, dado que boa parte das atividades do IPEA é a realização de pesquisas que, por fim, servem de importante subsídio à definição de políticas.

Neri deveria, antes de tudo, colocar seu cargo à disposição de seu chefe. Ao justificar-se, mostra um aspecto desagradável que marca os dirigentes de estatais: o apego excessivo ao cargo.

A renúncia é, pessoalmente, um gesto muito mais nobre e, no caso de ignorância explícita, melhor para o País.

Veja também:

Marcelo Neri, presidente do Ipea: ‘Há pessoas tentando jogar a instituição no lixo’

Imagem: Wikipédia

links atribuídos pela Editoria

Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
Leia também:  Série Heróis da Liberdade: John Stuart Mill