fbpx

O dia 28 de outubro na história do Brasil

Print Friendly, PDF & Email

Em 28 de outubro de 1966, Carlos Lacerda publicou na Tribuna da Imprensa o Manifesto da Frente Ampla, iniciando uma união com seus maiores inimigos políticos para reivindicar eleições livres e impedir uma ditadura militar. Escrevi a respeito em meu livro “Lacerda: A Virtude da Polêmica”:

“Para Lacerda, os militares estavam transformando a administração pública em um comando de técnicos em que todas as lideranças civis e populares seriam, por mais uma vez na história brasileira, dilaceradas. Desta vez, porém, eles haviam substituído a institucionalidade frágil que marcara o país por uma tutela tecnocrática inteiramente dirigida por eles e por quem com eles – ou, antes, com aqueles entre eles que dominavam o Executivo – estivesse.

Para combater esse resultado, Lacerda estava disposto a tudo, até ao sacrifício de se aliar a antigos inimigos, desde que, estabelecendo-se um acordo de que não haveria retorno ao estado de coisas anterior e de que determinados avanços seriam preservados, eles se apresentassem como representantes de correntes civis que ainda existiam na sociedade brasileira para desafiar a tecnocracia e o fisiologismo do regime.” (p. 289).

Mesmo fracassando, a Frente Ampla uniu líderes políticos que eram inimigos figadais. Nos últimos tempos, muitos têm falado em replicar “Frentes Amplas”. Não passa de falatório. Nenhuma dessas supostas “Frentes Amplas” é realmente tão ampla e guarda qualquer semelhança com a verdadeira, especialmente quando os fatos recentes demonstram que muitos que supostamente se uniram pela democracia são submissos ao puxa-saquismo a autoritarismos e terrorismos.

Faça uma doação para o Instituto Liberal. Realize um PIX com o valor que desejar. Você poderá copiar a chave PIX ou escanear o QR Code abaixo:

Copie a chave PIX do IL:

28.014.876/0001-06

Escaneie o QR Code abaixo:

Lucas Berlanza

Lucas Berlanza

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), colunista e presidente do Instituto Liberal, membro refundador da Sociedade Tocqueville, sócio honorário do Instituto Libercracia, fundador e ex-editor do site Boletim da Liberdade e autor dos livros "Lacerda: A Virtude da Polêmica", “Guia Bibliográfico da Nova Direita – 39 livros para compreender o fenômeno brasileiro”, "Guia Bibliográfico da Nova Direita - 50 livros para compreender o fenômeno", "Os Fundadores - O projeto dos responsáveis pelo nascimento do Brasil", "O Papel do Estado Segundo os Diversos Liberalismos" e "Introdução ao Liberalismo" (co-autor e organizador).

Pular para o conteúdo