Dilma e o PT

Dilma_Rousseff_foto_oficial_2011_01_09Dilma, presidente, não seria a escolha ideal do PT, mas, à época, a escolha possível.

Não que a escolhida não atendesse integralmente a uma demanda ideológica ao gosto de Lula.

Acontece que Dilma tem um desejo de projeção internacional que, certamente, incomoda o ex-presidente.

O próprio ministério de Dilma reflete a dualidade eficiência x politização. Como gosta de se enxergar, antes de tudo, como uma tecnóloga, Dilma preferiria ter, em todos os ministérios, especialistas, ainda que com visão deformada de suas áreas de responsabilidade.

O fim desse primeiro (tomara que último) mandato vai ter um número muito maior de especialistas do que o primeiro, ainda que negociado com o “hard core” do PT e com os políticos de sempre que integram a base aliada de qualquer governo.

Saiba mais:

Dilma tem 47% das intenções de voto e venceria no 1º turno, diz Datafolha

Dilma tem 41% das intenções de voto, diz Vox Populi

‘Eu e o presidente Lula não temos conflito’, diz Dilma em Bruxelas

A empresários, Lula diz que Dilma precisa mudar

imagem: wikipédia

links acrescidos pela editoria