fbpx

Concessões ferroviárias

ARTHUR CHAGAS DINIZ *

[info e imagem: Wikipédia]
Estação de Paranapiacaba: Torre do Relógio
[info e imagem: Wikipédia]

Há 100 (cem) anos, o grande ator na movimentação de cargas e passageiros eram, inquestionavelmente, as ferrovias. Pena que, objetivando a expansão da indústria automobilística no País, se tenham descartado ferrovias e hidrovias como sistemas alternativos. As ferrovias, em especial, foram profundamente desprezadas. O custo dos transportes no Brasil é essencialmente rodoviário, o que desfavorece regiões periféricas.

Depois de anos de silêncio, o governo atual pretende leiloar serviços ferroviários. É auspicioso. Fala-se na concessão de 10 mil quilômetros de ferrovias a serem construídas pela iniciativa privada. O governo, no entanto, com seu viés fortemente estatizante, não confia em concorrência e tenta dar às concessões um caráter extremamente burocrático, esquecendo-se de que, especialmente agora, será necessário criar “regras de jogo” que protejam os concorrentes às concessões.

Quando o governo é fortemente estatizante, é preciso sempre pagar contas mais altas. É o custo do risco. É conveniente lembrar que transportamos as safras agrícolas por milhares de quilômetros em rodovias mal aparelhadas e riscos elevadíssimos para os caminhoneiros.

* VICE-PRESIDENTE DO INSTITUTO LIBERAL

Veja também:

Mantega diz que 4 rodovias irão a leilão, ‘sem demora‘ – Estadão / Economia / Economia & Negócios, 24 de setembro de 2013 | 17h 41
FONTE DA IMAGEM: WIKIPÉDIA
Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.