fbpx

“Caos político”

“Não tinha recebido esse documento, não sei quem o fez, eu vou dizer francamente: não sou especialista em comunicação, mal e mal eu conheço Direito. Se você me perguntasse de assunto jurídico, eu me arriscaria a dar opinião, mas sobre comunicação, sinceramente não é a minha área.” (Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em artigo do Estadão)

Jose_Eduardo_Cardozo_15mai2013O Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, diz que não há “caos político” no Brasil, como afirma documento da Secretaria de Comunicação da Presidência da República. Esta afirmação de Cardozo refere-se às manifestações ocorridas em todo o Brasil no último domingo.

Tenho sérias desconfianças de que o Ministro da Justiça não “teve tempo”, no domingo passado, para observar o gigantesco panelaço que a totalidade dos brasileiros viu no domingo.

Com todas as justificativas possíveis, Traumann tirou férias no dia seguinte. Ministro-chefe da Comunicação Social, a ele se atribui a autoria do documento reservado do Palácio do Planalto, com um diagnóstico sobre a comunicação do governo Dilma.

Se eu fosse a Dilma, demitiria, de imediato, o ministro, por insensibilidade, arrogância ou falta de inteligência. Em algum dos três Traumann certamente se enquadra.

É verdade que o próprio Ministro da Justiça desconversou quando perguntado sobre o assunto. Se Eduardo não viu nada demais no manifesto de descontentamento da população, o mínimo que lhe falta é sensibilidade.

[divide]

imagem: Wikipédia; links atribuídos pela Editoria