Frases do dia (em homenagem ao aniversário do grande Bastiat)

“A espoliação legal pode ser cometida de um número infinito de maneiras. Assim, temos um número infinito de planos para organizá-la: tarifas, proteção, benefícios, subsídios, incentivos, tributação progressiva, escolas públicas, postos de trabalho garantidos, lucros garantidos, salários mínimos, direito a medidas, o direito de as ferramentas de trabalho, crédito livre, e assim por diante. Todos estes planos – com o seu objectivo comum de pilhagem legal – constituem socialismo.

Mas como é que esta pilhagem legal pode ser identificada? Pura e simplesmente, veja se a lei toma de algumas pessoas o que lhes pertence, e dá a outras pessoas a quem não pertence. Veja se a lei beneficia um cidadão em detrimento de outro, fazendo o que o próprio cidadão não pode fazer sem cometer um crime.”

“Trate todas as questões econômicas do ponto de vista do consumidor, porque os interesses do consumidor são os interesses da raça humana.”

“Na esfera econômica, um ato, um hábito, uma instituição, uma lei produz não só um efeito, mas uma série de efeitos. Destes efeitos, só o primeiro é imediato; ocorre simultaneamente com a sua causa; é o que se vê. Os outros efeitos emergem apenas posteriormente; é o que não se vê; nós somos afortunados se pudermos prevê-los”.

“Há apenas uma diferença entre um bom e um mau economista: o mau economista limita-se ao efeito visível; o bom economista leva em conta tanto o efeito que pode ser visto quanto os efeitos que devem ser previstos.”

“No entanto, esta diferença é enorme; pois ocorre quase sempre que, quando a consequência imediata é favorável, as consequências posteriores são desastrosas, e vice-versa. Donde se segue que o mau economista persegue um pequeno benefício presente, que será seguido por um grande mal por vir, enquanto o bom economista persegue um grande bem por vir, com o risco de um pequeno mal presente”.

“O Estado, esta grande ficção através da qual todo mundo se esforça para viver à custa de todos os outros.”

“Quando o saque torna-se um modo de vida para um grupo de homens em uma sociedade, ao longo do tempo eles criam para si um sistema legal que o autoriza e um código moral que o glorifica.”

“Todo mundo quer viver à custa do Estado. Esquecem-se que o Estado vive à custa de todos “.

“A defesa comercial projeta sobre um único grupo o benefício que ela afeta [os produtores nacionais], enquanto o mal infligido é infundido na massa inteira [dos consumidores]”.

Feliz aniversário, Bastiat!  E muito obrigado pela sua enorme lucidez.

Gostou do texto? Ajude o Instituto Liberal no Patreon!