fbpx

Um liberal não compactua com golpes

Golpe é a principal bota que pisa à cabeça do liberalismo. Seja o de 1964, seja o de 1930, seja o de 1889, o liberalismo perdeu com cada golpe que se sujeitou a apoiar para tentar atingir uma sociedade menos patrimonialista.

Quando em 1889, o adesismo dos partidos liberal e conservador com os militares ocorreu, visando a tornar o Brasil uma democracia mais liberal perante os poderes do imperador, os positivistas não titubearam em tornar a nova república autoritária de nascimento; nem mesmo o governo conciliador de Prudente de Morais ajudou a propagar mais liberdade, pois seu sucessor, Campos Salles, esmagou a democracia liberal com sua política dos governadores. O Brasil passaria a ser uma república de partido único e eleições de conchavo com vencedores já pré estabelecidos. Nem mesmo a oposição de Rui Barbosa ajudou; foram 40 anos deste pesado autoritarismo do poder.

A solução que visaram? Apoiar um castilhista gaúcho, um tal de Getúlio Vargas. Ele perdeu a eleição? Mais um golpe, uma revolução. Não passaram dois anos até que se precisasse de uma nova pra conseguir uma Constituição e uma tentativa de democracia, que não durou, afinal em três anos era um novo golpe, mas ufa, dessa vez não estávamos lá, e mesmo assim, quase fomos afogados por oito anos consecutivos de autoritarismo centralizador com pitadas de fascismo.

Quando se restabeleceu a democracia, a situação não era boa, não nos livramos da máquina da ditadura, os colaboracionistas da mesma seguiam no poder e nada pagaram por seus crimes. Seguiram lá, até levar o país à beira do caos, onde qual seria mais uma solução? Ah, um golpe, mais uma vez com militares.

Mas dessa vez, não houve respiro, o liberalismo se afogou nos 21 anos consecutivos de regime onde existiam apenas governo e oposição consentida que poderia ser calada a qualquer momento pelo AI-5. E nós? Cometemos o erro de ajudar e depois fomos pisados pela botina militar para morrer afogados, e ficamos em coma, com poucos pregadores passando pelo deserto tentando espalhar nossa palavra.

Renascemos, a duras penas, mas renascemos, estamos aqui para lutar pela liberdade, pra lembrar que não morremos. Mas dessa vez para lembrar: não iremos mais compactuar com golpes! Chega de golpes! O golpe é inimigo do liberalismo neste país. Só compactua com golpes quem vê no liberalismo seu inimigo.

Um liberal não compactua com golpes, não comemora golpes. O golpe é nosso inimigo. Aos amigos do golpe, que sejam afogados sozinhos, pois não iremos mais compactuar com o golpe.

*Artigo publicado originalmente na página Liberalismo Brazuca no Facebook.

Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.