fbpx

O que representa o fim da era Merkel na Alemanha?

A saída de Merkel do poder é o fim do maior e melhor capítulo sobre estadismo (não confundir com estatismo) na história contemporânea.

Merkel pode ser tranquilamente comparada aos dois titãs da chancelaria alemã, Konrad Adenauer e Helmut Koln, por sua exponencial melhora da Alemanha em seu mandato. Talvez seus feitos não tenham a grandiosidade de Adenauer e Koln – ambos derrotaram os dois maiores monstros totalitários do século XX dentro da Alemanha -, mas ela passa para a história como a maior líder política do século XXI até aqui.

Sendo austera na economia, permitiu ao estado alemão se concentrar no que é necessário prover ao seu povo. Seguiu à risca a doutrina ordoliberal e terá como legado sua responsabilidade de tal forma que o primeiro-ministro eleito admita continuar sua herança, mesmo sendo do partido de oposição histórico.

Merkel fez tudo isso sem xingar uma única pessoa, sem causar nenhuma polêmica desnecessária e sem recuar nos ideais que sempre acreditou.

Aquela jovem que, nascida na Alemanha Oriental, se apegou aos valores cristãos e às acepções da política em prol da liberdade e da democracia para se tornar uma das pessoas mais influentes do mundo.

O mundo sentirá sua falta, Ângela. Obrigado por ser uma pessoa tão inspiradora do começo ao fim.

*Artigo publicado originalmente na página Liberalismo Brazuca no Facebook.

Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.