fbpx

O fim das liberdades na Argentina

Os argentinos testaram uma Constituição, digamos assim, capitalista por 70 anos e se mantiveram nesse período entre os países com maior renda per capita do mundo até que alguém teve a genial ideia de distribuir, à força, a renda criada.

Não apenas isso: tiveram também a brilhante ideia de colocar o governo no controle e geração de riqueza.

O resultado desse experimento socialista não poderia ser diferente do resto do mundo onde ele foi tentado insistentemente. A criação de valor e produção de riqueza despencou e a acumulação ficou ainda mais concentrada.

Porém, em vez de seguir com um critério justo, como o poder de criar valor e riqueza para servir à população com a produção de bens e a oferta de oportunidades, como em toda sociedade livre, o padrão passou a ser outro, baseado no poder dos privilegiados de explorar os criadores de valor e riqueza pelo uso da força.

Roberto Rachewsky

Roberto Rachewsky

Empresário e articulista.