fbpx

O conceito de “estrela-do-mar”

A estrela-do-mar é um animal que tem uma capacidade de se regenerar a partir de qualquer parte do seu corpo, ou seja, quando um pedaço dela é cortado, as duas partes têm todos os órgãos e células necessários para que consigam crescer e virar dois seres independentes. Essa particularidade não é comum na maior parte dos animais e trata-se de uma característica que permite a disseminação e perpetuidade desta espécie.

Em analogia a esse processo de reprodução, o conceito “estrela-do-mar” pode ser utilizado por nós, seres humanos, para explicar o fenômeno da individualidade e a convivência em comunidades. O ser humano é individualista, porém não vive sozinho. Dessa forma, as vontades individuais se sobressaem, mas o resultado é que a interação e a troca entre os indivíduos é que produz o grande valor e a evolução da nossa espécie. Levando para o conceito introduzido, os indivíduos seriam as células ou órgãos da estrela-do-mar e as suas partes (divididas em duas ou mais) são as organizações, comunidades, empresas, instituições, dependendo do nível de comunidade que se avalia.

A grande questão do conceito estrela-do-mar é o fato de o controle e o poder estarem descentralizados, ou seja, todos os indivíduos são capazes de tomar as decisões e influenciar toda a comunidade. Sempre lembrando que, para que isso seja possível, os indivíduos são responsáveis por tais movimentos, ou seja, atuam ativamente para esta evolução e nunca devem impactar negativamente na existência dos demais. Isso permite que as instituições sejam independentes e possam se dividir e se multiplicar de forma rápida.

Para que isso seja possível, temos um fator essencial que é combustível para o fortalecimento do indivíduo: o conhecimento! É através dele que se chega à compreensão de seu poder individual e de sua capacidade de mudar e melhorar a sua comunidade. Além disso, é com o aumento do conhecimento que possui, que passa a influenciar cada vez mais os outros indivíduos, que, por sua vez, repetirão o ciclo, tornando-se um processo virtuoso de multiplicação de conhecimento e valores.

O Instituto Líderes do Amanhã, do qual sou associado, é um exemplo de como as pessoas podem se reunir, se organizar e manter a sua individualidade, em prol da disseminação das ideias que são a base do instituto. Para isso, a organização não fala por si ou de forma centralizada; ela simplesmente mantém os seus valores, reúne e organiza os seus associados e esses, por si sós, têm a responsabilidade de manter a instituição viva, levar as suas ideias e valores para que alcancem cada vez mais outros indivíduos, por meio de artigos, relatos, grupos de discussões, palestras, exposições em mídias sociais, dentre outras ações. A responsabilidade individual é um dos valores do instituto e o que faz com que esta organização consiga sobreviver e crescer de forma sustentável. Como muitos dizem por aqui: “o instituto é feito de associado para associado!”

Este é o conceito “estrela-do-mar”, aquele que modela muito bem o valor do individualismo e da responsabilidade individual, sempre em prol de um bem maior, que é a sobrevivência e evolução da espécie. Além disso, se comparamos com um conceito centralizado, em que a tomada de decisões é limitada a poucos e a liberdade individual é reduzida, o quanto estamos perdendo em manter esse tipo de poder em nossas empresas, instituições e nações? Vale a reflexão de cada um e a busca por esta compreensão…

*Rodrigo Lorenzoni é Associado Trainee do Instituto Líderes do Amanhã. 

Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.