fbpx

Já não acredito que o governo privatize alguma coisa, imaginem o SUS

Minha tia me chamou preocupadíssima dizendo que o SUS tinha sido privatizado e que ela não ia mais poder cuidar da sua saúde de graça.

Eu não sabia o que explicar antes e também não estava com paciência para explicar nada. Então eu disse para ela não se preocupar com isso, pois, no dia em que o SUS for privatizado, eu pagarei um plano de saúde privado.

Eu não sei de onde ela tirou essa notícia, só pode ter vindo de um desses jornalistas ou políticos terroristas que, como se não bastasse o medo gerado pela Covid-19, pela ameaça da vacinação obrigatória, resolveram apavorar os coitados que dependem do sistema socialista promovendo fake news.

A privatização do SUS exigirá décadas de trabalho para ensinar ao povo que não se vive do dinheiro alheio, que não há almoço grátis, que o que é privado permite liberdade de escolha e o que é estatal se baseia no roubo, entre tantas outras lições que não se ensina da noite para o dia, mas que precisam, às vezes, de uma ou duas gerações.

Eu já não acredito que o governo privatize alguma coisa, seja ela simbólica ou significativa, imaginem o SUS. Se privatizarem, ótimo. Serei surpreendido positivamente. Para não nos frustrarmos, basta ajustar as expectativas e, com esse governo, as minhas já foram sendo corroídas pelo tempo.

Roberto Rachewsky

Roberto Rachewsky

Empresário e articulista.