fbpx

Imprensa tendenciosa

JOÃO NEMO*

Rosa_Weber_ministraA Ministra Rosa Weber até demorou um pouquinho, mas tomou a decisão óbvia, ou seja, concedeu a liminar que garante à CPI da Petrobrás que ela seja o que os seus proponentes, afinal, propuseram que fosse: uma CPI para apurar irregularidades na Petrobrás.

A nossa imprensa, como sempre, deu a sua contribuição para uma visão apequenada das coisas: noticiou, o tempo todo, que a Ministra havia decidido a favor da oposição. É uma maneira de ver.

Na verdade, a Ministra decidiu a favor do instituto da Comissão Parlamentar de Inquérito e, justiça seja feita, a favor da sua biografia. Permitir que a “maioria” diluísse o objeto da CPI proposta no meio de diversas outras coisas seria matar a Comissão no ventre. Diga-se com realismo que, por diversas outras manobras, ela ainda está sujeita a um provável destino inglório.

Seria pedir demais que as redações enxergassem, para além das mesquinharias políticas, a necessidade de um mínimo de respeito pelos institutos constitucionais? Ou isso é tomar partido pela oposição?

* SOCIÓLOGO E CONSULTOR DE EMPRESAS EM DESENVOLVIMENTO GERENCIAL

links acrescidos pela Editoria

imagem: wikipédia

Ligia Filgueiras

Ligia Filgueiras

Jornalista, Bacharel em Publicidade e Propaganda (UFRJ). Colaboradora do IL desde 1991, atuando em fundraising, marketing, edição de newsletters, do primeiro site e primeiros blogs do IL. Tradutora do IL.