Energia Eólica: Ineficiente e Antiecológica

Segundo o jornal Le Monde, a justiça francesa mandou desmontar, em fins de novembro, dez torres de geração de energia eólica, na região de Calais, aceitando o argumento de que elas são prejudiciais à saúde humana e ao meio ambiente.  Como esperado, tal decisão causou grande rebuliço nos meios ambientalistas.  Segundo aquele jornal, poucas sentenças […]

windmillSegundo o jornal Le Monde, a justiça francesa mandou desmontar, em fins de novembro, dez torres de geração de energia eólica, na região de Calais, aceitando o argumento de que elas são prejudiciais à saúde humana e ao meio ambiente.  Como esperado, tal decisão causou grande rebuliço nos meios ambientalistas.  Segundo aquele jornal, poucas sentenças na França foram tão copiadas, consultadas e analisadas.

Mas esta não foi uma derrota solitária.  Por toda a Europa, começa-se a colocar em dúvida a eficiência, a economicidade e, principalmente, a própria vocação ecológica daquelas monstruosas turbinas, responsáveis por um verdadeiro extermínio de pássaros e morcegos ao redor do mundo.

Leia também:  Greve dos caminhoneiros: a verdade nua e crua

Na Holanda, um dos países precursores na utilização da energia eólica, por exemplo, o governo já chegou à conclusão que esta não é uma fonte de energia economicamente viável e resolveu suspender a política de subsídios.  No Reino Unido também é cada vez maior a pressão para a redução das transferências de recursos dos pagadores de impostos para a indústria eólica.

Também nos Estados Unidos, a política de subsídios vem sendo questionada.  Não só devido aos altos custos financiados por consumidores e pagadores de impostos, mas também porque, na terra da destruição criadora, muitos daqueles enormes cataventos já viraram sucata, depois de provarem-se economicamente inviáveis.

Leia também:  A questão da previdência e a resistência infantil de uma casta privilegiada

Malgrado tudo isso, não há energia de que os ambientalistas mais gostem.  Embora provadamente antiecológicas, além de antieconômicas, já que a produção efetiva daquelas imensas hélices está muito aquém do prometido  – em termos mundiais, o percentual de energia eólica na produção total de energia está bastante próximo de zero -, elas continuam sendo as meninas dos olhos dos ecologistas.  Até quando?

PS:  Quem se interessar em saber mais sobre esse verdadeiro absurdo financiado no mundo todo com dinheiro público, pode acessar este link, repleto de artigos a respeito.

Gostou do texto? Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
Leia também:  Eu apoiava Amoêdo, agora apoio Bolsonaro

Comentários

  1. João Luiz Mauad

    Prezada Lorena,

    Há inúmeros links no meu comentário, repletos de estatísticas e fatos sobre os temas tratados. É só clicar. Não tenha medo.

  2. Lobby dos defensores das térmicas a óleo ou gás e nuclear. Concordo com o comentário do Vladimir. Cadê as estatísticas sobre a morte de pássaros. Se o que eles dizem fosse verdade as vias de acesso dos Parques Eólicos ficariam intransitáveis tal a quantidade de pássaros mortos no chão. Se são antieconômicas é porque as máquinas ainda não são produzidas em escala industrial. No dia que isto acontecer poderão ser viáveis para o consumidor individual. Um aerogerador por propriedade rural, economizando as redes de baixa tensão necessárias a eletrificação rural, subsidiadas pelo governo por serem antieconômicas.

  3. João Luiz Mauad

    Prezado Vladimir,

    Obrigado pelo comentário, embora eu tenha ficado em dúvida se você leu mesmo o que escrevi. Minha crítica foi exclusivamente direcionada à energia eólica. Em nenhum momento eu critiquei ou sequer mencionei outras fontes de energia. Tenho diversos artigos escritos sobre o tema dos combustíveis e sempre me mostrei favorável à utilização dos mais baratos e eficientes, principalmente os fósseis. Como liberal, sou contra a utilização de energias que precisam de subsídios, como eólica, solar ou biocombustíveis. Segue abaixo, link para um artigo que publiquei sobre o tema, no Globo, ainda em 2010. Se tiver a paciência de ler, verá que suas críticas são injustificáveis.

    http://www.midiaamais.com.br/?c=ver_noticia&codigo_noticia=504

  4. Na opinião dos ecologistas, todas as fontes geradoras de energia são antiecológicas. Não sobra nada.

  5. Que visão absurda do comentarista João Luiz Mauad. E se comprovada a notícia dos fanáticos na França, onde estão as informações CONFIÁVEIS de que o sistema de energia eólica elimina passaros e morcegos? Estatistica, Casos, etc,
    Carvão não pode porque a tecnologia antiga era poluente. A atual é MUITO MINIMIZADA. Energia hidrica não pode porque invade áreas preservadas e muda o meio ambiente. Energia atômica não pode. Energia de produtos agrícolas retira alimentos da boca dos famintos e ocupa áreas de terras para fins mais nobres. RESUMO: Como e o que fazer para obter energia para manter EMPREGO, PRODUÇÃO DE ALIMENTOS, HOSPITAIS, e tudo que só funciona com energia? Inclusive para veicular esse comentário que indica ser de pessoa de UM LIVRO SÓ.
    Fanatismo , servilismo e outras intenções menos claras precisam de mais LUZES.