fbpx

Democracia representativa: Vote!

votournaeletronica

Quando leio o que se escreve sobre democracia, fico bastante preocupado. Fala-se muito em governo do povo e fora políticos. Aliás, esse foi um dos maiores motes das manifestações do ano passado. Vamos por partes. Governo do povo sem políticos (que na realidade são nossos representantes) não existe. É pura fantasia, sonhos de uma noite de verão.

Pois bem. Deliramos com uma democracia direta e demonizamos os políticos em geral. Típico do brasileiro. Como se nós, eleitores, não tivéssemos qualquer responsabilidade. Mas, por essas bandas, é sempre possível piorar o que já está ruim. Agora a pessoas dizem que não irão votar. Tenha a santa paciência! Isso mesmo, não vote e deixe que os outros escolham por você. Seja comandado pelos demais, e, depois, como uma criancinha mimada, bata pezinho reclamando de tudo.

Isso é uma postura adulta? Isso é a postura que se espera de um cidadão? Não me parece. Dizer que não vai votar, condenando todos os políticos e os colocando no mesmo saco é preguiça de pensar, avaliar e decidir. É a pior atitude possível, pois é omissa e covarde. Quem não votar também é responsável pelo futuro. Depois que o país seguir um caminho ruim, dizer que não votou é inútil e não absolve o indivíduo – tão culpado quanto os demais.

Por muito tempo, uma geração inteira de eleitores preferiu a alienação. Por muito tempo, essas pessoas não debateram política, candidatos, propostas e performances. Por muito tempo, fomos todos omissos e covardes. A democracia representativa, no entanto, exige ação ativa dos cidadãos, principalmente durante as eleições. Depois, é fundamental que se cobre e fiscalize a atuação dos representantes que elegemos.

Nos dias de hoje, temos recursos de sobra e não precisamos acreditar apenas nas notícias dos jornais. Temos a internet para acompanhar nossos representantes em todos os níveis. O que não podemos é cruzar os braços, não votar e deixar que os demais escrevam os nossos destinos. É momento de agir, sem baderna e destruição. É momento de votar!!!

Leonardo Correa

Leonardo Correa

Advogado e LLM pela University of Pennsylvania, articulista no Instituto Liberal.

2 comentários em “Democracia representativa: Vote!

  • Avatar
    31/07/2014 em 6:31 pm
    Permalink

    Esqueci de mensionar um 3o item na lista de problemas que conflitam com o sistema atual de politica que esta gerando conflito na sociedade que é:
    3 – Urnas eletronicas defasada, sem segurança e garantia, urna eletronica que foi rejeitada em todos os paises em que foi oferecida, mas nao no Brasil é claro aqui é a terra do circo, não permite o voto impresso e a recontagem de votos, quem vai acreditar em um sistema assim?

  • Avatar
    31/07/2014 em 6:27 pm
    Permalink

    Concordo plenamente, mas acredito que haja um outro problema que deve ser observado com muita atenção, que é a falha sistematica da justiça contra a corrupção.
    A justiça não funciona mais, o politico corrupto pratica o crime e não é mais preso, não recebe um castigo merecido, no maximo um julgamentozinho superfial e teatral apenas para acalmar os animos do publico, ou uma multinha e este estara livre pra continuar praticando sua corrupção.
    A justiça esta em frangalhos depois que o PT entrou no poder e se espalhou por todo o canto o seu cancer da corrupção, isso não apenas o pt outros partidos também, até mesmo os anteriores, tomaram conta pouco a pouco das auto-defesas contra a corrupção, hoje esse mecanismo esta fragilizado, disfuncional.
    A respeito de votar, sou totalmente a favor, democracia pura, a representação e institucionalização através de partidos e representantes é a melhor maneira que existe para administrar um país do contrario seria outro tipo de politica, uma anarquia ou uma ditadura totalitaria; mas existem alguns problemas atuais que foram criados com a má administração que gera transtornos em aceitar as condições atuais:
    1 – esta dificil achar um candidato “menos ruim”, pois todos sao um lixo, TODOS, não consigo achar um que preste (isso falando dos presidenciaveis). Bolsonaro seria a solução para o Brasil, mas o que aconteceu? o PP foi subornado para apoiar quem? o PT, e com isso impediram a candidatura de Bolsonaro a presidente, sobrando apenas a velha corja de bandidos que todos ja conhecem. O jeito que restou foi escolher o menos pior dos ruins. O que fazer numa cituaçao dessas?
    2 – A corrupção deveria ser um dos crimes mais graves, puni-los com todo o rigor da lei, pois o crime que se comete é expansível a uma nação inteira e nao apenas contra um individuo, é questão muito grave que não esta mais sendo tratadada como deveria, justamente pelo desgaste, sabotagem, enfraquecimento e defasagem desses mecanismos.

    Agora o que fazer para resolver estes problemas sérios e intencionalmente criados? Gerou uma ruptura na aceitação do sistema atual, através da corrupção patológica, que alias – deixe-me explicitar – é justamente a estratégia do socialismo fabiano do qual o governo fhc praticou em seu periodo no poder, e foi altamente eficiente gerando o disturbio atual.

    O que eu recomendo para salvar nossa democria seria uma lei rigida para politicos, mandar todos os bandidos para a pior cela que tiver, fazer uma limpesa em massa nos cargos, reiniciar o sistema, pois a sujeira esta encrustada fundo. Criar uma maquina politica que vá propiciar o crescimento, o progresso da nação e a nação são todos os individuos, não apenas um bloquinho ou uma minoria aqui e outra la. Para o Brasil crescer ele deve propiciar cada individuo a crescer através da capacitação, através de oportunidade, ou seja, ensinar a pescar e não dar o peixe. Não tirar dos ricos e dar aos pobre e sim, diminuir os entraves colocados através de impostos, quanto menos impostos, maior a possibilidade de cada individuo criar suas proprias oportunidades por conta do baixo custo do investimento.

    Mas não é o que esta acontecendo é o contrario, politicos querem calar e suprimir o povo, remover o poder do individuo e aumentar o poder do estado, através de uma politica controladora, empobrecedora, altas taxas de impostos, ou seja, uma completa inversão de valores. Que candidato atual esta propondo mudar isso? A dilma esta atras da implatação da ditadura socialista, eduardo campos é filho da marina silva outra ditadorazinha comunistoide, sobrando aecio nevez do psdb do qual seguira o socialismo fabiano do governo fhc. Nesse caso o menos pior seria o ultimo candidato, mas ainda sim, é muito ruim, sem condições de aceitaçao a qualquer um desses, não existe oposição esta tudo tomado pela esquerda. Isso precisa acabar, precisamos de rostos novos uma limpeza completa dessa sujeira.

    O problema é quem vai fazer essa limpa, todos ficam de braços cruzados, ou apenas reclamando, criando baderna e votando mal. Eu não sei onde vamos parar, mas progredir é que não vai ser se continuar assim.

Fechado para comentários.