fbpx

Crime de guerra

 

Segundo o The Guardian,

A picture of Bashar al-Assad riddled with holesMembros do governo sírio podem enfrentar acusações de crimes de guerra em vista de um enorme conjunto de provas contrabandeadas do país mostrando a “matança sistemática” de cerca de 11.000 detidos, de acordo com três importantes advogados internacionais.

Os três, ex-promotores dos tribunais penais para a ex-Iugoslávia e Serra Leoa, examinaram milhares de fotografias do governo sírio e a gravação de mortes em área de custódia das forças de segurança do governo a partir de março de 2011 até agosto passado. A maioria das vítimas era de homens jovens e muitos cadáveres estavam definhados, manchados de sangue e com sinais de tortura. Alguns não tinham olhos, outros mostravam sinais de estrangulamento ou eletrocução.

A ONU e grupos independentes de direitos humanos documentaram abusos tanto por parte do governo de Bashar al-Assad quanto pelos rebeldes, mas especialistas dizem que estas provas são mais detalhadas e em uma escala muito maior do que qualquer outra já conhecida nos 34 meses da crise na Síria.

O artigo na íntegra: Syrian regime document trove shows evidence of ‘industrial scale’ killing of detainees

Fonte: Platform for Global Challenges

Imagem_ Foto: Reuters. Fonte: The Guardian

Ligia Filgueiras

Ligia Filgueiras

Jornalista, Bacharel em Publicidade e Propaganda (UFRJ). Colaboradora do IL desde 1991, atuando em fundraising, marketing, edição de newsletters, do primeiro site e primeiros blogs do IL. Tradutora do IL.