fbpx

Comércio fechado é ruína!

Sugiro que os varejistas acertem com o governo um plano no qual as lojas abririam e nelas só ingressaria quem atestasse negativo, podendo ainda não ter sido contaminado ou já ter tido o COVID-19 de forma amena ou assintomática.

Como os lojistas iriam saber?

É aí que o comércio varejista poderia dar sua contribuição ao combate da pandemia e ainda manter suas operações.

Todas as lojas com capacidade operacional e técnica passariam a aplicar o teste em quem quiser fazer compras.

Obviamente isso não valeria para pessoas do grupo de risco, idosos com mais de 65 anos ou vulneráveis.

Bastaria as cadeias de distribuição das grandes lojas e suas equipes atuarem em conjunto com as autoridades sanitárias.

Quem atestar positivo deve ser enviado para casa para iniciar quarentena. Quem não for segue a vida normalmente tomando os cuidados já conhecidos.

Imaginem os shoppings, supermercados e grandes lojas de departamento fazendo o trabalho que o governo não tem condições de fazer e retomando o faturamento e ainda ajudando a criar imunidade na população.

Aplicativo de celular poderia ser desenvolvido rapidamente para fazerem a contagem municiando as estatísticas oficiais.

Roberto Rachewsky

Roberto Rachewsky

Empresário e articulista.