Brasil, o bom exemplo

Peso_argentino_Cien_Pesos_cedula_maior_circulacao_2014A renegociação da dívida externa argentina caminha, a passos largos, para a insolvência. Anos atrás, a dívida brasileira era assustadora, mas o País nunca deixou de negociar.

Como conta a coluna diária, de hoje, de Miriam Leitão, o País conseguiu sair da crise em um misto de sabedoria e esperteza . A Argentina está seguindo um caminho diferente no qual parece buscar a confrontação.

Cristina Kirchner deve ter em mente que o país que preside já foi um dos sólidos e respeitados do mundo e que qualificar como “abutres” todos os que legitimamente querem receber o valor dos empréstimos não é a melhor maneira de conduzir as negociações. A Presidente deve considerar ainda que o governo passa, mas o Estado fica.

Não é de boa política qualificar como abutres todos aqueles que emprestavam dinheiro ao país. Uma postura negocial discreta e respeitosa de credor inadimplente é o que se espera do país vizinho.

[divide]

Leia também:  Rede Globo e o jornalismo de desinformação

imagem Wikipédia; links atribuídos pela Editoria

Ajude o Instituto Liberal no Patreon!