fbpx

A lógica da esquerda petista

Por que uma grande parte da esquerda repudia a adesão do centro e da direita moderada nas críticas ao Presidente?

Se você acredita que se deve a algum purismo ético, você está redondamente enganado. A política não tem espaço para isso. E a esquerda aprendeu muito bem essa lição. Até bem demais. Se você duvida, então tem de explicar como o Lula subia no mesmo palanque junto a Collor e Sarney.

A lógica da esquerda petista agora é pautada pela candidatura do Lula. Agora que este bateu mais de 45% nas pesquisas, a esquerda petista perdeu todo o interesse em fazer o impeachment do presidente; tudo que quer é fritá-lo em fogo brando para que a popularidade caia o suficiente para não incomodar o Lula, mas não o bastante para permitir uma candidatura viável de uma direita mais moderada.

Isso explica também porque essa esquerda procura sabotar a candidatura de uma esquerda mais moderada. Toda a lealdade ao duce e somente a ele.

Paulo Emílio Borges de Macedo

Paulo Emílio Borges de Macedo

É Professor na UFRJ. Estudou Direito internacional no Curso de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Santa Catarina.