I Conferência do Instituto Liberal reúne pensadores e ativistas no centro do Rio

O Instituto Liberal, após 36 anos de história, organizou sua primeira conferência exclusiva, no centro do Rio de Janeiro, na sede da Associação Brasileira de Imprensa. Em auditório imponente e tradicional, com público constante e interessado ao longo das nada menos que dez horas de evento, o IL celebrou a sua história e discutiu em diversos painéis o tema geral “Perspectivas do Capitalismo e Democracia no século XXI”.

Homenagem aos pioneiros

(Foto: Daniel Devisate)

O evento começou às 9h20 com o discurso de abertura proferido pelo diretor-presidente da instituição, Lucas Berlanza. Ele ressaltou o ineditismo da iniciativa, já que o primeiro centro de pensamento criado com o objetivo de difundir as diferentes ideias dentro do espectro do liberalismo havia, desde 1983, cooperado com colóquios, realizado ciclos de debates e desempenhado muitos outros papeis fundamentais, mas ainda não tinha realizado sua própria conferência.

Berlanza fez questão de enfatizar que não se poderia pensar no futuro sem honrar os pioneiros e, por isso, fez uma saudação inicial ao trabalho de Donald Stewart Jr., fundador do IL, e dos intelectuais que integraram os círculos da instituição, como Alberto Oliva, Ricardo Vélez Rodríguez, Og Leme e diversos outros. Ele destacou que, se vivemos um “incêndio miraculoso” de alastramento das ideias liberais no Brasil, devemos isso ao IL e aos que mantiveram a chama acesa nos períodos mais difíceis.

(Foto: Daniel Devisate)

Dando sequência à homenagem aos fundadores e pioneiros, o editor responsável pela LVM Editora, pesquisador residente do Russell Kirk Center e membro de diversas outras instituições de pesquisa, Alex Catharino, que também teve uma longa vivência dentro do Instituto Liberal, sintetizou alguns dos exemplos e ensinamentos que os pensadores liberais das décadas de 80 e 90 poderiam oferecer ao público atual, dentro do que se convencionou chamar “nova direita”. Tendo conhecido todas essas personalidades pessoalmente, Catharino partilhou suas experiências com figuras como o próprio Donald, Og Leme e Ubiratan Borges de Macedo, bem como descreveu a importância de seu legado.

(Foto: Daniel Devisate)

A homenagem aos pioneiros terminou com a exibição especial do documentário “Donald Stewart Jr.”, dirigido por sua filha, Ana Stewart, que gentilmente permitiu que o Instituto Liberal partilhasse com seu público a biografia de seu fundador. A obra retrata, através de depoimentos e imagens de arquivo, a trajetória corajosa e realizadora de Donald e o compromisso inquestionável que assumiu com a divulgação do liberalismo, após o impacto que O Caminho da Servidão, de Friedrich Hayek, exerceu sobre seu pensamento.

Painel “Capitalismo e 90 anos da crise de 1929”

Na volta do almoço, a partir das 13h45, o primeiro painel do evento tinha por objetivo discutir os desafios da economia de mercado e do capitalismo liberal no século XXI, tomando por provocação histórica os questionamentos que são feitos ao seu potencial e sucesso a partir do exemplo da crise de 29. O primeiro conferencista foi o presidente do Conselho Deliberativo do IL, Rodrigo Constantino, mas ele não pôde estar presente e gravou sua palestra em vídeo. Economista, escritor e comentarista político, ele avaliou os obstáculos culturais com que essas ideias se depararam e a novidade dos grandes progressos feitos pela humanidade nos últimos séculos a partir da implementação dessa agenda econômica.

(Foto: Daniel Devisate)

O segundo conferencista do painel foi o atual presidente do Instituto Liberdade, antigo Instituto Liberal do Rio Grande do Sul, um dos fundadores do Instituto de Estudos Empresariais, colunista recorrente do Instituto Liberal e empresário Roberto Rachewsky. Uma das figuras mais experientes do movimento liberal e notório objetivista (adepto da filosofia de Ayn Rand), Rachewsky ressaltou os avanços conquistados na divulgação das ideias do liberalismo.

Painel “Democracia e 80 anos da Segunda Guerra Mundial”

(Foto: Daniel Devisate)

O professor Paulo Emílio de Macedo, pós-graduado em Direito Internacional e filho do lendário Ubiratan Borges de Macedo, abriu o painel sobre os desafios da democracia. Ele recordou que o casamento entre democracia e liberalismo não foi fácil, havendo dificuldades históricas na construção de uma aliança entre o esforço por inserção da maioria no processo decisório e por resguardo da autonomia e das prerrogativas individuais.

(Foto: Daniel Devisate)

O comentarista político e publicitário Alexandre Borges concluiu o painel, versando sobre a importância de assentarmos a comunicação e os projetos políticos em bases sólidas, em vez de submergir apenas no encantamento de líderes populistas carismáticos.

Painel “Segurança”

(Foto: Daniel Devisate)

O tema geral do evento era a preocupação com a democracia e o capitalismo, mas não há como discutir os principais tópicos do liberalismo sem começar pela defesa da vida. Por isso, o IL reservou um painel para a discussão dos principais problemas da segurança no Brasil, reunindo o especialista em marketing político e ativista do movimento Tolerância Zero, Rafael Oliveira, e o engenheiro, escritor, pós-graduado no Mestrado Executivo em Gestão Empresarial e liderança política do Rio de Janeiro, Roberto Motta. Em um painel com muita interação e participação do público, os dois conferencistas ressaltaram a importância de uma mudança de mentalidade na área.

Painel “Políticos”

(Foto: Daniel Devisate)

A I Conferência do Instituto Liberal encerrou com chave de ouro compondo um painel com parlamentares que, com suas diferenças e semelhanças, de algum modo sustentam pautas relacionadas aos princípios estatutários do instituto, para discutir a democracia representativa, a economia de mercado e o liberalismo na política partidária. O Painel “Políticos” reuniu o deputado federal pelo Partido Novo, Marcel van Hattem, o deputado federal pelo PSL, Luiz Philippe de Orléans e Bragança e o deputado estadual pelo DEM, vinculado ao Movimento Brasil Livre e dono do canal do Youtube “Mamãe Falei”, Arthur do Val.

 

(Foto: Daniel Devisate)
Ajude o Instituto Liberal no Patreon!

Deixe uma resposta