Trecho de Manifestos e Mensagens – Campos Salles

Nota do Instituto Liberal: O seguinte trecho foi extraído do livro “Manifestos e Mensagens” publicado em 1902 pelo ex-presidente Campos Salles, escolhido precisamente por exibir claramente os problemas brasileiro de 1897 que resistem até hoje,. Problemas, estes, amplamente aprofundados e agravados durante os 14 anos de governo PT.

campos salles“o que, sobretudo agrava as preocupações do poder público neste difícil momento, pelo seu caráter extremamente urgente, é a intensidade da crise financeira. Ela resulta de erros gravíssimo, que vêm de longe, acumulando progressivamente os encargos dos seus pesados efeitos, que cumpre reparar quanto antes pelos meios mais adequados e pelos processos mais imediatos, começando por assinalar as suas causas preponderantes, que são entre outras:

Leia também:  O liberalismo é uma utopia?

O protecionismo inoportuno e por vezes absurdo em favor de indústrias artificiais, à custa dos maiores sacrifícios para os contribuintes e para o Tesouro; a emissão de grandes massas de papel convertível, causando profunda depressão no valor do meio circulante; o déficit orçamentário criado pelo funcionalismo exagerado pelas despesas de serviços de caráter puramente local e pelo aumento contínuo da classe dos inativos; as despesas extra-orçamentárias provenientes do crédito extraordinários aberto pelo Executivo e das leis especiais votadas pelo Congresso;  as indenizações por sentenças judiciais, que sobem todos os anos a somas exageradas; as despesas determinadas por levantes ou perturbações da ordem pública;  os compromissos resultantes dos montepios e depositos, dada a pratica de considerar como rendas ordinárias os valores que procedem dessas instituições; aumento constante da divida flutuante, que se origina dos próprios déficits, e consequentemente aumentam a divida consolidada; a má arrecadação das rendas públicas; o efeito moral da má política financeira, acarretando o descrédito; o conseqüente retraimento da confiança dos capitais no país  e no estrangeiro; a especulação que neste meio se desenvolve com parasitas em um organismo em decadência; finalmente, a baixa taxa cambial, a síntese e expressão de todos os erros.

Leia também:  Seria viável um confronto contra a Venezuela?

A resumida indicação das múltiplas causas que perturbam a situação financeira e econômica do país e que aí ficam, denúncias também da necessidade das medidas complexas, que urgentemente devem ser adotadas para uma solução definitiva.”

Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
Bernardo Santoro

Bernardo Santoro

Mestre em Teoria e Filosofia do Direito (UERJ), Mestrando em Economia (Universidad Francisco Marroquín) e Pós-Graduado em Economia (UERJ). Professor de Economia Política das Faculdades de Direito da UERJ e da UFRJ. Advogado e Diretor-Executivo do Instituto Liberal.