Série Heróis da Liberdade: Voltaire

François Marie Arouet, mais conhecido pelo pseudônimo Voltaire, nasceu em Paris, no dia 21 de novembro de 1694. O escritor e filósofo foi um dos mais importantes pensadores do Iluminismo Francês. Voltaire era defensor da ciência, do progresso, ao mesmo tempo em que tolerava a diferença e defendia a liberdade, sobretudo a liberdade de expressão. Conhecido pela sua perspicácia e espirituosidade na defesa das liberdades civis, Voltaire lutou com bravura pela razão e contra o preconceito e a superstição.

Seguem algumas de suas frases:

Se você quer saber quem o controla, veja quem você não pode criticar.

É característica das mais severas censuras dar credibilidade às opiniões que atacam.

Todos os cidadãos de um estado não podem ser igualmente poderosos, mas podem ser igualmente livres.

Que todas as leis sejam claras, uniformes e precisas, pois interpretá-las é quase sempre corrompê-las.

Os homens são iguais; não é o nascimento, mas a virtude, que faz a diferença.

O direito à liberdade de expressão é mais importante do que o conteúdo do discurso.

Um método infalível de fazer fanáticos é persuadir antes de instruir.

A discórdia é o grande mal da humanidade; e a tolerância é o único remédio para isso.

O sentimento da justiça é tão natural e tão universalmente adquirido por toda a humanidade, que parece ser independente de todas as leis, de todos os partidos, de toda religião.

É melhor arriscar livrar um culpado do que condenar um inocente.

Cuidado com a expressão “segurança interna”, pois ela é o eterno grito do opressor.

Todos os homens têm direitos iguais à liberdade, à propriedade e à proteção das leis

Qualquer um que tenha o poder de fazer você acreditar em absurdos, tem o poder de fazer com que cometa injustiças.

Quanto mais vezes uma estupidez se repete, mais se torna a aparência da sabedoria.

Leia também:  Rede Globo e o jornalismo de desinformação

O que é loucura? Possuir percepções errôneas e argumentar corretamente a partir delas.

É perigoso ter razão quando o governo está errado.

O papel-moeda eventualmente retorna ao seu valor intrínseco – zero.

Muitos estão destinados a raciocinar erroneamente; outros, a não raciocinar; e outros, a perseguir aqueles que usam a razão.

Em geral, a arte do governo consiste em tirar o máximo de dinheiro possível de uma classe de cidadãos para dar a outra.

A única maneira de compreender o que os matemáticos querem dizer com o Infinito, é contemplar a extensão da estupidez humana.

Se há vida em outros planetas, então a terra é o manicômio insano do Universo.

Pense por si mesmo e deixe os outros aproveitarem o privilégio de fazê-lo também.

Os preconceitos são o que os tolos usam no lugar da razão.

Julgue um homem por suas perguntas e não por suas respostas.

Os tiranos sempre têm um leve tom de virtude; Eles apoiam as leis antes de destruí-las.

A dúvida é desconfortável, a certeza é ridícula.

É proibido matar; portanto, todos os assassinos são punidos, a menos que matem em grande número e ao som das trombetas.

É difícil libertar tolos das correntes que eles reverenciam.

O acaso é uma palavra sem sentido; nada pode existir sem uma causa.

Acredite naqueles que buscam a verdade, mas cuidado com aqueles que a encontram.

Nada é tão comum quanto imitar os inimigos e usar suas armas.

Alguém sempre começa pelo simples, então vem o complexo, e pela iluminação superior, muitas vezes retorna, no final, ao simples. Tal é o curso da inteligência humana.

Tudo o que você diz pode ser verdade, mas nem tudo deve ser dito.

Grandes homens foram formados antes das academias ou independentemente delas.

Leia também:  A velha política em xeque

É lamentável que, para ser um bom patriota, seja preciso se tornar inimigo do resto da humanidade.

O monstro, o fanatismo, ainda existe, e quem busca a verdade correrá o risco de ser perseguido.

Que Deus me defenda dos meus amigos, pois dos meus inimigos eu mesmo cuido.

O trabalho nos poupa de três males: o tédio, o vício e a necessidade.

O verdadeiro infortúnio não é a desigualdade, é a dependência.

Muitas vezes, os prudentes, longe de construir seus destinos, sucumbem a eles.

Tal é então a condição humana, que desejar grandeza para o país é querer prejudicar os vizinhos.

Superstição é para a religião o que a astrologia é para a astronomia: a filha louca de uma mãe sábia.

Se Deus não existisse, seria necessário inventá-lo.

Um bocejo pode não ser educado, mas pelo menos é uma opinião honesta.

O supérfluo é muito necessário.

Agora, meu bom homem, não é momento de fazer inimigos.(em seu leito de morte, em resposta a um sacerdote pedindo-lhe que renunciasse a Satanás).

“Todos os homens são por natureza livres; você tem, portanto, uma indubitável liberdade de partir sempre que quiser, mas terá muitas e grandes dificuldades para enfrentar nas fronteiras.”

“Que todas as leis sejam claras, uniformes e precisas porque interpretar as leis é quase sempre corrompê-las.”

“Em matéria de tributação, todo privilégio é uma injustiça.”

“Aprenda a cultivar seu próprio jardim.”

“Todos os homens têm direitos iguais à liberdade, à sua propriedade e à proteção das leis”

“Enquanto as pessoas acreditarem em absurdos, continuarão a cometer atrocidades.”

“O soberano é chamado de tirano, que não conhece leis além de seu capricho.”

“O verdadeiro caráter da liberdade é a independência, mantida pela força.”

“Que cada um de nós diga com ousadia e honestidade: Quão pouco é o que eu realmente sei!”

Leia também:  Danilo Gentilli, Maria do Rosário e a liberdade de expressão

“O monstro, o fanatismo, ainda existe, e quem busca a verdade correrá o risco de ser perseguido.”

“O sentimento de justiça é tão natural e universalmente adquirido por toda a humanidade, que parece ser independente de toda lei, todo partido, toda religião.”

“Uma multidão de leis em um país é como um grande número de médicos, um sinal de fraqueza e doença.”

“Um método infalível de fazer fanáticos é persuadir antes de instruir.”

“A discórdia é o grande mal da humanidade; e tolerância é o único remédio para isso.”

“Monsieur l’abbé, detesto o que você escreve, mas daria a minha vida para que você continuasse a escrever.”

“Eu leio estas palavras que são a soma de toda a filosofia moral, e que encurtam todas as disputas dos casuístas: Quando em dúvida se uma ação é boa ou ruim, abstenha-se.”

“Vá à Bolsa de Valores de Londres … e você verá que os representantes de todas as nações se reúnem ali para tratar dos seus interesses. Ali, judeus, muçulmanos e cristãos lidam uns com os outros como se fossem todos da mesma fé – e aplicam a palavra infiel apenas a indivíduos que vão à falência. Lá, o presbiteriano confia no anabatista e o Anglicano aceita uma promessa do Quaker. Ao deixar essas reuniões livres e pacíficas, uns vão para a sinagoga, outros para as igrejas ou mesquitas, além daqueles que preferirão uma boa bebida, …, mas todo mundo está feliz.”

Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
João Luiz Mauad

João Luiz Mauad

João Luiz Mauad é administrador de empresas formado pela FGV-RJ, profissional liberal (consultor de empresas) e diretor do Instituto Liberal. Escreve para vários periódicos como os jornais O Globo, Zero Hora e Gazeta do Povo.