Série Heróis da Liberdade: Ludwig von Mises

Ontem foi o aniversário do Grande Ludwig von Mises (29/09/1881 – 10/10/1973), um dos maiores defensores da liberdade que o mundo já conheceu. Nas palavras de Rothbard, “Mises foi um dos mais notáveis economistas e filósofos do século XX. No curso de uma longa e altamente produtiva vida, desenvolveu uma ciência dedutiva e integrada para se entender a economia, baseada no axioma fundamental de que seres humanos individuais agem propositadamente para atingir as metas desejadas. Mesmo que sua análise econômica fosse “livre de juízo de valor” — no sentido de simplesmente descrever as coisas, dizer como elas são, sem defender nenhum ponto de vista em particular —, Mises concluiu que a única política econômica viável para a raça humana seria uma política de laissez-faire, de livre mercado e de respeito total aos direitos de propriedade privada, com o governo estritamente limitado a defender a pessoa e a propriedade dentro de sua área territorial.” Fiquem com algumas de suas melhores frases:

“Os defensores do socialismo se dizem progressistas, mas recomendam um sistema que se caracteriza pela rígida observância da rotina e pela resistência a qualquer tipo de melhoria. Eles se dizem liberais, mas têm a intenção de abolir a liberdade. Eles se dizem democratas, mas anseiam pela ditadura. Eles se dizem revolucionários, mas querem tornar o governo onipotente. Eles prometem as bênçãos do Jardim do Éden, mas planejam transformar o mundo em uma gigantesca agência de correios.”

“O fato é que, sob um sistema capitalista, os principais patrões são os consumidores. O soberano não é o estado, é o povo.”

“Aquele que serve melhor o público, obtém os maiores lucros.”

“Inovadores e gênios criativos não podem ser criados nas escolas. Eles são precisamente os homens que desafiam o que a escola lhes ensinou.”

“A história econômica é um extenso registro de políticas governamentais que falharam, porque foram projetadas com um desprezo ousado pelas leis da economia.”

“O mercado é uma grande democracia, onde cada centavo dá direito a um voto.”

“Os piores males que a humanidade já teve de suportar foram infligidos por maus governos.”

“Não existe um só país ocidental, capitalista, no qual as condições das massas não tenham melhorado de forma sem precedentes.”

“É inerente à natureza da economia capitalista que, em última análise, o emprego dos fatores de produção visa apenas a servir os desejos dos consumidores.”

Leia também:  Crivella atenta contra a liberdade

“O progresso econômico é derivado do trabalho dos poupadores, que acumulam capital, e dos empreendedores, que dão ao capital novos usos.”

“O que importa sob o capitalismo é satisfazer o homem comum, o cliente. Quanto mais pessoas você satisfaz, melhor para você.”

“Toda intervenção do governo no mercado cria conseqüências não intencionais, o que leva a pedidos de novas intervenções governamentais.”

“Como a prosperidade da nação e o incremento dos níveis salariais dependem de um aumento contínuo do capital investido…, uma das principais tarefas do bom governo é remover todos os obstáculos que dificultam a acumulação e o investimento de novos capitais.”

“A marca característica desta era de ditadores, guerras e revoluções é seu viés anticapitalista. A maioria dos governos e dos partidos políticos estava ansiosa para restringir a esfera da iniciativa privada e da livre empresa.”

“Devemos a origem e o desenvolvimento das sociedades humanas e, conseqüentemente, da cultura e da civilização, ao fato de que o trabalho realizado sob a divisão do trabalho ser mais produtivo do que quando realizado isoladamente.”

“Um ponto essencial na filosofia social do intervencionismo é a existência de um fundo inesgotável que pode ser espremido para sempre. Todo o sistema colapsa quando a fonte é drenada e o princípio do Papai Noel se liquida.”

“Se a história pudesse nos ensinar qualquer coisa, seria que a propriedade privada está inextricavelmente associada à civilização.”

“Os consumidores são implacáveis. Eles nunca compram para beneficiar um produtor menos eficiente e protegê-lo contra as conseqüências de sua incapacidade gerencial. Eles querem ser servidos o melhor possível, sempre.”

“O luxo de hoje é a necessidade de amanhã. Todo avanço primeiro surge como luxo de algumas pessoas ricas, apenas para se tornar, depois de um tempo, uma necessidade indispensável para todos.”

“O que a humanidade precisa hoje é libertar-se de slogans sem sentido e retornar ao raciocínio sadio.”

“A teoria econômica demonstrou de forma irrefutável que a prosperidade criada por uma política monetária e de crédito expansionista é ilusória e deverá desaguar numa grave crise econômica.”

“O principal problema político é como evitar que o poder de polícia se torne tirânico. Este é o significado de todas as lutas pela liberdade.”

“Os verdadeiros patrões, no sistema capitalista de economia de mercado, são os consumidores.”

“O socialismo não é o nada do que finge ser. Não é o pioneiro de um mundo melhor, mas o destruidor do que milhares de anos de civilização criaram. Não constrói, destrói. Pois a destruição é a essência disso. Não produz nada, apenas consome o que a ordem social baseada na propriedade privada dos meios de produção criou.”

Leia também:  O papa Francisco e sua defesa da esmola com o chapéu alheio

“É certo que muitos intelectuais invejam a renda mais alta dos empresários prósperos, e que esses sentimentos os levam ao socialismo. Eles acreditam que as autoridades de uma comunidade socialista lhes pagariam salários mais altos do que aqueles que ganham sob o capitalismo.”

“Se alguém rejeita o laissez-faire por causa da falibilidade do homem e da fraqueza moral, deve-se, pelo mesmo motivo, rejeitar todo tipo de ação governamental.”

“O governo não pode tornar o homem mais rico, mas pode torná-lo mais pobre.”

“Aqueles que estão pedindo mais interferência do governo estão pedindo por mais compulsão e menos liberdade.”
“O capitalismo não precisa de propaganda nem de apóstolos. Suas conquistas falam por si. O capitalismo entrega os bens.”

“Aquele que melhor serve ao público, obtém os maiores lucros.”

“É inútil lutar contra o totalitarismo adotando métodos totalitários. A liberdade só pode ser conquistada por homens incondicionalmente comprometidos com os princípios da liberdade. O primeiro requisito para uma ordem social melhor é o retorno à liberdade irrestrita de pensamento e expressão.”

“A história econômica é um longo histórico de políticas governamentais que falharam porque foram projetadas com um forte desrespeito pelas leis da economia.”

“O que empurra as massas para o campo do socialismo é, ainda mais do que a ilusão de que o socialismo as tornará mais ricas, a expectativa de que isso refreia todos aqueles que são melhores do que eles próprios são.”

“Toda intervenção governamental [no mercado] gera conseqüências não intencionais, que levam a pedidos de novas intervenções governamentais.”

“Governo é essencialmente a negação da liberdade.”

“O capitalismo deu ao mundo o que ele precisava, um padrão de vida mais alto para um número cada vez maior de pessoas.”

“O conceito de preço “justo” é desprovido de qualquer significado científico; é um disfarce para desejos, uma luta por um estado de coisas diferente da realidade.”

“Liberdade significa realmente a liberdade de cometer erros.”

“Os lucros são a força motriz da economia de mercado. Quanto maiores os lucros, mais bem satisfeitas são as necessidades dos consumidores … Quem melhor serve ao público, obtém os maiores lucros.”

Leia também:  Aquecimento global: quando o jornal Washington Post tentou fazer ciência

“Toda ação racional é em primeiro lugar uma ação individual. Apenas o indivíduo pensa. As razões são individuais. Apenas o indivíduo age.”

“Os verdadeiros patrões do sistema capitalista de economia de mercado são os consumidores. Eles, comprando e abstendo-se de comprar, decidem quem deve possuir o capital e administrar as fábricas. Eles determinam o que deve ser produzido e em que quantidade e qualidade. Suas atitudes resultam em lucro ou em perda para o empreendedor. Eles fazem homens pobres ricos e ricos homens pobres.

“Toda essa conversa: o estado deveria fazer isso ou aquilo, em última análise, significa: a polícia deveria forçar os consumidores a se comportarem de maneira diferente do que se comportariam espontaneamente.”

“O padrão de vida do homem comum é maior nos países que têm o maior número de empreendedores ricos.”

“A única fonte de lucros de um empreendedor é a sua capacidade de antecipar melhor do que os concorrentes a demanda futura dos consumidores.”

“Em um jogo há vencedores e perdedores. Mas um negócio é sempre vantajoso para ambas as partes. Se o comprador e o vendedor não considerassem uma transação vantajosa …, não entrariam no negócio.”

“Um novo tipo de superstição conquistou a mente das pessoas: a adoração do estado. As pessoas exigem o exercício dos métodos de coerção e compulsão, de violência e ameaça. Ai de quem não dobrar o joelho para os ídolos da moda!”

“A adoração do estado é a adoração da força. Não há ameaça mais perigosa para a civilização do que um governo de homens incompetentes, corruptos ou vis. Os piores males que a humanidade teve que suportar foram infligidos pelos governos.”

“O socialismo não é uma alternativa ao capitalismo; não é uma alternativa para qualquer sistema sob o qual os homens possam viver como seres humanos.”

“As pessoas não cooperam na divisão do trabalho porque amam ou devem amar-se umas às outras. Eles cooperam porque isso serve melhor aos seus próprios interesses.”

Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
João Luiz Mauad

João Luiz Mauad

João Luiz Mauad é administrador de empresas formado pela FGV-RJ, profissional liberal (consultor de empresas) e diretor do Instituto Liberal. Escreve para vários periódicos como os jornais O Globo, Zero Hora e Gazeta do Povo.