Por que Geraldo Alckmin parece estar fora da realidade?

Se a reportagem da Folha de SP estiver correta, então Geraldo Alckmin está totalmente perdido em sua estratégia de campanha.

Segundo a reportagem, Alckmin pretende tomar os votos de Bolsonaro e ir para o segundo turno contra o candidato do PT atacando Bolsonaro, tanto com suas supostas inconsistências quanto com críticas ao regime militar.

É difícil ensinar política para um sujeito que já foi de tudo nessa vida, mas ele realmente não está sabendo lidar com a nova realidade política pós-polarização PT X PSDB.

Se Alckmin atacar Bolsonaro e o regime militar, ele não vai tirar votos de Bolsonaro, ele vai tirar votos do PT e da esquerda, isso se conseguir, já que a esquerda não gosta do PSDB.

Leia também:  Entre o cetro do poder e a coroa da honra

Para Alckmin tomar votos de Bolsonaro ele teria de defender o regime militar e atacar a esquerda, se mostrando um “Bolsonaro light” ou mais ponderado, mas mantendo uma pegada de direita. Não se pega votos da direita batendo em pessoas, movimentos e ideias da direita.

Em suma, para atingir o objetivo que ele propaga ter, ele teria de fazer exatamente o inverso do que ele está anunciando que fará.

Acho até que vou revisar meu último artigo. Alckmin não entendeu o zeitgeist de 2018. Com essa estratégia, nem com a militância paga do centrão a candidatura dele se salva. Está fora da realidade.

Leia também:  A força das ideias nas mentes à deriva

Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
Bernardo Santoro

Bernardo Santoro

Mestre em Teoria e Filosofia do Direito (UERJ), Mestrando em Economia (Universidad Francisco Marroquín) e Pós-Graduado em Economia (UERJ). Professor de Economia Política das Faculdades de Direito da UERJ e da UFRJ. Advogado e Diretor-Executivo do Instituto Liberal.