fbpx

A sabedoria de James Madison

James Madison, Jr. nasceu em 16 de março de 1751 e morreu em 28 de junho de 1836. Foi advogado, político e o quarto Presidente dos Estados Unidos. A sabedoria do aniversariante do dia:

“O objetivo da Constituição é restringir a capacidade da maioria de prejudicar uma minoria.

A crise é o alimento do tirano.

Desarmar as pessoas: esse é o melhor e mais eficaz modo de escravizá-las.

As pessoas não devem ser privadas ou abreviadas de seu direito de falar ou publicar seus sentimentos; e a liberdade de imprensa, como um dos grandes baluartes da liberdade, deve ser inviolável.

Será pouco útil para as pessoas que as leis sejam feitas por homens de sua escolha, se elas forem tão volumosas que não possam ser lidas, ou tão incoerentes que não possam ser entendidas.

A verdade é que todos os homens que têm poder devem ser vistos com desconfiança.

Os opressores podem tiranizar apenas quando conseguem um exército permanente, uma imprensa escravizada e uma população desarmada.

Eu acredito que há mais exemplos da abreviação de liberdade das pessoas por invasões graduais e silenciosas por parte do poder, que por usurpações violentas e repentinas.

A essência do governo é o poder; e o poder, alojado como deve ser, nas mãos humanas, será sempre passível de abuso.

Nas repúblicas, o grande perigo é que a maioria não respeite suficientemente os direitos da minoria.

Que perversão da ordem normal das coisas é tornar o poder o objeto principal e central do sistema social, e a liberdade, apenas o seu satélite.

Exércitos, dívidas e impostos são os instrumentos conhecidos para deixar muitos sob a dominação de poucos.”

João Luiz Mauad

João Luiz Mauad

João Luiz Mauad é administrador de empresas formado pela FGV-RJ, profissional liberal (consultor de empresas) e diretor do Instituto Liberal. Escreve para vários periódicos como os jornais O Globo, Zero Hora e Gazeta do Povo.